Diferentes Caminhos entre Negros e Negras no Ensino Superior. Estudo de Gênero e Raça.

Ana Luiza dos Santos Julio, Marlene Neves Strey

Resumo


Este estudo enfoca as variáveis de gênero e raça a partir da sua influência na permanência, na evasão e no sucesso acadêmico, e seus reflexos na construção de uma capacitação profissional de nível superior dos (a)s estudantes bolsistas negros (as) em uma instituição privada em Porto Alegre (RS). A crítica é feita a partir de uma prática em um Programa de Ações Afirmativas através da educação de nível superior. A busca do ensino superior privado tem sido maior por parte de mulheres negras do que de homens negros, contrariando os indicativos do ensino fundamental e médio, que aponta o privilégio dos homens negros em detrimento das mulheres negras. Percebe-se que, ainda que o recorte raça seja pontuado, os caminhos que as negras percorrem têm sido diferenciado dos percorridos pelos negros em busca de ascensão social via educação. 


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18256/2175-5027/psico-imed.v3n1p487-495

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




ISSN 2175-5027

Licença Creative Commons

Revista de Psicologia da IMED, da IMED é licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

BASES DE DADOS E INDEXADORES

 DOAJ.jpg Periódicos CAPES
latindex.jpg
 
dialnet.png
 
REDIB
Diadorim.jpg
    SIS
circ.png