Mediação de Conflitos Familiares: perspectiva teórica e processo de intervenção

Luiz Ronaldo F. de Oliveira

Resumo


O presente estudo tem por objetivo apresentar um relato do trabalho realizado junto ao Programa de Mediação de Conflitos da Faculdade Meridional/IMED no ano de 2010, analisando e identificando, através do estudo de casos, características e formas de intervenções utilizadas no estabelecimento de acordos. A Mediação de Conflitos é um procedimento que promove a participação e a auto-composição por meio do respeito, da colaboração, da apropriação responsável dos problemas e de suas soluções. A partir desta dinâmica, o mediador promove o desenvolvimento das habilidades dos participantes por meio da técnica de reconhecimento mútuo, até produzir-se a solidariedade. Assim, as pessoas reunidas discutem suas necessidades, sensibilizando-se por escutar uma a outra até compreender as perspectivas de todos.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18256/2175-5027/psico-imed.v2n2p441-448

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais

ISSN 2175-5027

Licença Creative Commons

Revista de Psicologia da IMED, da IMED é licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

BASES DE DADOS E INDEXADORES

 DOAJ.jpg Periódicos CAPES
latindex.jpg
 
dialnet.png
 
REDIB
Diadorim.jpg
    SIS
circ.png