Representações Sociais sobre Diabetes Mellitus e Tratamento: Uma Pesquisa Psicossociológica

Fabrycianne Gonçalves Costa, Maria da Penha de Lima Coutinho, João Pedro dos Santos Cipriano, Jessica Mayara Galdino Araújo, Anselmo Freire de Carvalho, Josenildo Moroges Patrício

Resumo


O Diabetes Mellitus (DM) é caracterizado pela oscilação da taxa de glicose no organismo, ocasionando impactos biopsicossociais na vida das pessoas acometidas por tal afecção. Nesse sentido, objetivou-se identificar as representações sociais acerca do DM e tratamento, construídas por pessoas diabéticas. Participaram 30 pessoas com idades entre 41 a 83 anos (M= 57,60; DP= 12,3), sendo a maioria do gênero masculino e casado, as quais responderam a um questionário sociodemográfico e à entrevista semiestruturada. Os dados foram processados pelos softwares SPSS e IRAMUTEQ e analisados por meio da estatística descritiva, análise lexical, análise de similitude e nuvem de palavras. O campo representacional acerca da doença e tratamento esteve ancorado no saber biomédico relacionado ao conceito, sintomas, comorbidades e tratamento. Desse modo, os resultados assinalam para a importância de uma abordagem interdisciplinar que enfoque o suporte psicossociológico, direcionado para a elaboração de políticas públicas que viabilizem ações psicoeducativas com o intuito de promover a sensibilização de pessoas diabéticas acerca de características da afecção e de seus intentos comportamentais frente ao tratamento.


Palavras-chave


Representações sociais; Diabetes Mellitus; IRAMUTEQ; entrevista

Texto completo:

PDF HTML

Referências


Almeida, A. M. O. (2009). Abordagem societal das representações sociais. Sociedade e estado, 24(3), 713-737. Retrieved from http://www.scielo.br/pdf/se/v24n3/05.pdf

American Diabetes Association. (2018). Diabetes mellitus. Retrieved from http://www.Diabetes.org/are-you-at-risk/preDiabetes/?loc=superfooter

Barsaglini, R. A., & Canesqui, A. M. (2010). A alimentação e a dieta alimentar no gerenciamento da condição crônica do Diabetes. Saúde e Sociedade, 19(4), 919-932. doi: https://doi.org/10.1590/S0104-12902010000400018

Boni, v., & Quaresma, S. J. (2005). Aprendendo a entrevistar: Como fazer entrevistas em Ciências Sociais. Em Tese, 2(1), 68-80. Retrieved from https://periodicos.ufsc.br/index.php/emtese/article/view/18027/16976

Brasil. Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. (2018). Estratégias para o cuidado da pessoa com doença crônica: Diabetes mellitus. Brasília, DF. Retrieved from http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/estrategias_cuidado_pessoa_doenca_cronica_cab35.pdf

Camargo, B. V., & Justo, A. M. (2013). IRAMUTEQ: Um software gratuito para análisede dados textuais. Temas em Psicologia, 21(2), 513-518. doi: https://doi.org/10.9788/TP2013.2-16

Chaves, A. M., & Silva, P. L. (2013). Representações sociais. In A. R. R. Torres et al. (Eds.), Psicologia social: Temas e teorias (pp. 299-349). Brasília: Technopolitik.

Coelho, C. R., & Amaral, V. L. A. R. (2008). Análise de contingencias de um portador de Diabetes mellitus tipo 2: Estudo de caso. Revista de Psicologia da Universidade São Francisco, 13(2), 243-251. doi: https://doi.org/10.1590/S1413-82712008000200011

Coelho, M. S., Silva, D. M. G. V., & Padilha, M. I. S. (2009). Representações sociais do pé diabético para pessoas com Diabetes mellitus tipo 2. Revista Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo, 43(1), 65-71. doi: https://doi.org/10.1590/S0080-62342009000100008

Costa, F. G., & Coutinho, M. P. L. (2016). Representações sociais no contexto do Diabetes mellitus. Psicologia em Estudo, 21(1), 175- 185. doi: https://doi.org/10.4025/psicolestud.v21i1.29792

Costa, F. G., & Coutinho, M. P. L. (2017a). Revisão da literatura sobre o Diabetes mellitus na perspectiva psicossociológica. In M. P. L. Coutinho (Ed.), Psicologia e sua interfase com a saúde (pp. 23-42). João Pessoa, PB: Editora IESP.

Costa, F. G., & Coutinho, M. P. L. (2017b). O Diabetes na perspectiva do conhecimento psicossociológico. In M. P. L. Coutinho (Ed.), Psicologia e sua interfase com a saúde (pp. 185-205). João Pessoa, PB: Editora IESP.

Costa, F. G., & Coutinho, M. P. L. (2018). A construção do conhecimento psicossociológico acerca do Diabetes mellitus. Revista PsicoUSF,23(2), 191-201. doi: https://doi.org/10.1590/1413-82712018230201

Coutinho, M. P. L. (2017). Depressão infantil: De uma concepção clínica a uma concepção psicossocial. In M. P. L. Coutinho (Ed.), Psicologia e sua interfase com a saúde (pp. 8-22). João Pessoa, PB: Editora IESP.

Coutinho, M. P. L., & Saraiva, E. R. A. (2013). Teoria das representações sociais. In N. T. Alves et al. (Eds.), Psicologia: Reflexões para ensino, pesquisa e extensão (pp. 73-114). João Pessoa, PB: Editora Universitária.

International Diabetes Federation. (2018). Diabetes mellitus. Retrieved from http://www.idf.org

Mantovani, A. M., Fegonesi, C. E. P. T., Pelai, E. B., Savian, N. U., & Pagotto, P. (2013). Estudo comparativo das representações sociais sobre Diabetes mellitus e pé diabético. Cadernos em Saúde Pública, 29(12), 2427-2435. doi: https://doi.org/10.1590/0102-311X00006613

Moscovici, S. (2012). Representações sociais: Investigações em psicologia social (7ª ed.). Petrópolis, RJ: Vozes.

Péres, D. S., Franco, L. J., & Santos, M. A. (2006). Comportamento alimentar em mulheres portadoras de Diabetes tipo 2. Revista de Saúde Pública,40(2), 310-317. Retrieved from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89102006000200018

Péres, D. S., Franco, L. J., Santos, M. A., & Zanetti, M. L. (2008). Representações sociais de mulheres diabéticas, de camadas populares, em Relação ao processo saúde-doença. Revista Latino-americana de Enfermagem, 16(3). Retrieved from: http://www.scielo.br/pdf/rlae/v16n3/pt_09.pdf

Ratinaud, P., & Marchand, P. (2012). Application de la méthode ALCESTE à de “gros” corpus et stabilité des “mondes lexicaux”: analyse du “CableGate” avec IRaMuTeQ. Actes des 11eme Journées internationales d’Analyse statistique des Données Textuelles (pp. 835-844). Retrieved from: http://lexicometrica.univ-paris3.fr/jadt/jadt2012/Communications/Ratinaud,%20Pierre%20et%20al.%20-%20Application%20de%20la%20methode%20Alceste.pdf

Ribas, C. R. P., Santos, M. A., & Zanetti, M. L. (2011). Representações sociais dos alimentos sob a ótica de pessoas com Diabetes mellitus. Revista Interamericana de Psicologia, 45(2), 255-262. Retrieved from: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=28422741016

Ribas, C. R., Santos, M. A., Zanetti, A. C. G., & Zanetti, M. L. (2013). Representações sociais de pacientes com Diabetes mellitus sobre o atendimento por profissionais de saúde. PSICO, 44(1), 139-149. Retrieved from: https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=5631443

Rodríguez, A., Camacho, E. J., Escoto, C. M., Contreras, G., & Casas, D. (2014). Social representation of Family support for diabetic patiens in users of a family medicine unit in Chalco, State of Mexico. Medwave, 14(7), 6011-6011.

Sá, C. P. (1998). A construção do objeto de pesquisa em representações sociais. Rio de Janeiro, RJ: UERJ.

Santos, M. A., Alves, R. C. P., Oliveira, V. A., Ribas, C. R. P., Teixeira, C. R. S., & Zanetti, M. L. (2011). Representações sociais de pessoas com Diabetes acerca do apoio familiar percebido em relação ao tratamento. Revista da Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo, 45(3), 651-658. doi: https://doi.org/10.1590/S0080-62342011000300015

Saraiva, E. R. A. (2010). Violência contra idosos: Aproximações e distanciamentos entre a fala do idoso e o discurso da mídia impressa. (Tese de doutorado). Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, Paraíba.

Silva, S. É. D. D., Padilha, M. I., Rodrigues, I. L. A., Vaconcelos, E. V., Santos, L. M. S. D., Souza, R. F., & Conceição, V. M. D. (2010). Meu corpo dependente: representações sociais de pacientes diabéticos. Revista Brasileira de Enfermagem, 63(3), 404-409. Retrieved from: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/6132

Sociedade Brasileira de Diabetes. (2015). Diretrizes da Sociedade Brasileira de Diabetes. (3a ed.). Itapevi, SP: A. Araújo Silva Farmacêutica. Retrieved from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_nlinks&ref=000100&pid=S0103-2100201300030000500016&lng=en

Stuhler, G. D. (2012). Representações sociais e adesão ao tratamento do Diabetes mellitus tipo 2. (Tese de Doutorado). Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, Santa Catarina. Retrieved from: http://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/96444




DOI: https://doi.org/10.18256/2175-5027.2018.v10i2.2865

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Fabrycianne Gonçalves Costa, Maria da Penha de Lima Coutinho, João Pedro dos Santos Cipriano, Jessica Mayara Gaudino Araújo, Anselmo Freire de Carvalho, Josenildo Moroges Patrício

ISSN 2175-5027

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

BASES DE DADOS E INDEXADORES

  Periódicos CAPES
DOAJ.jpg
 
dialnet.png
 
REDIB
latindex.jpg
  Diadorim.jpg  SIS
  erihplus.png  
circ.png