Perfil Valorativo e Saúde Geral de Homens Usuários da Atenção Básica

Tailson Evangelista Mariano, Emerson Diógenes de Medeiros, Valdiney Veloso Gouveia, Hemerson Fillipy Silva Sales, Anderson Mesquita do Nascimento

Resumo


O objetivo desta pesquisa foi conhecer o perfil valorativo, bem como a saúde mental geral de homens atendidos pelos serviços de atenção primária de uma cidade litorânea do Piauí. Para isso contou-se com uma amostra não probabilística de 153 participantes, em sua maioria solteiros (70,9%), com idades entre 20 e 58 anos (M = 27; DP = 9,1), que utilizam os serviços das Unidades Básicas de Saúde (UBS) desta cidade. Os participantes responderam ao Questionário de Valores Básicos (QVB-18) e o Questionário de Saúde Geral (QSG-12). Os resultados identificaram os valores sobrevivência (M = 6,33), maturidade (M = 6,33), religiosidade (M = 5,98); e a subfunção existência (M = 6,04) como os mais priorizados pelos usuários. Encontrou-se também uma relação negativa (p < 0,05) entre saúde geral e as subfunções valorativas existência (- 0,17) e normativa (- 0,27). Não foram encontrados casos de incidência de distúrbios mentais leves. Espera-se que estes achados possam ser usados na elaboração de estratégias que levem a uma maior aderência da população masculina ao cuidado com a própria saúde e para o desenvolvimento de campanhas específicas para esta população, considerando suas peculiaridades e o contexto social.


Palavras-chave


social values; mental health; men’s health

Texto completo:

PDF HTML

Referências


Alves, R., Silva, R., Ernesto, M., Lima, A., & Souza, F. (2011). Gênero e saúde: o cuidar do homem em debate. Psicologia: teoria e prática, 13, 152-166. Retirado de: http://pepsic.bvsalud.org/pdf/ptp/v13n3/v13n3a12.pdf

Aquino, E., Menezes, G., Amoedo, M., & Nobre, L. (1991). Mortalidade feminina no Brasil: sexo frágil ou sexo forte? Cadernos de Saúde Pública, 7, 174‑189. doi: https://doi.org/10.1590/S0102-311X1991000200004

Barbosa, L. H. G. M. (2015). Explicando a disposição para perdoar: O papel dos valores humanos e das crenças no mundo justo/injusto (Dissertação de Mestrado, Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa).

Braithwaite, V. A., & Scott, W. A. (1991). Values. In J. P. Robinson, P. R. Shaver, & L. S. Wrightsman (Eds.), Measures of personality and social psychological attitudes (Vol. 1, pp. 661-753). San Diego, CA: Academic Press.

Braz, M. (2005). A construção da subjetividade masculina e seu impacto sobre a saúde do homem: reflexão bioética sobre justiça distributiva. Ciência & Saúde Coletiva, 10, 97-104. doi: https://doi.org/10.1590/S1413-81232005000100016

Carraro, C. A. G. (2014). O cuidado da saúde do homem no quotidiano da saúde da família (Dissertação de Mestrado, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis).

Coelho, G. L. H., Hanel, P. H. P., Vilar, R., Monteiro, R. P., Gouveia, V. V., & Maio, G. R. (2018). Need for Affect and Attitudes Toward Drugs: The Mediating Role of Values. Substance use & misuse, 1-8.

Fernandes, H. M., & Vasconcelos-Raposo, J. (2013). Factorial validity and invariance of the GHQ-12 among clinical and nonclinical samples. Assessment, 20, 219–229. doi: https://doi.org/10.1177/1073191112465768

Fischer, R., Milfont, T., & Gouveia, V. (2011). Does social contexto affect values structures? Testing the within-country stability of values structures with a functional theory of values. Journal of Cross-Cultural Psychology, 42, 253-270. doi: https://doi.org/10.1177/0022022110396888

Freire, S. E. A. (2013). Poliamor, uma forma não exclusiva de amar: Correlatos valorativos e afetivos (Tese de Doutorado, Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa).

Freires, L. A. (2015). Atitudes frente a homoparentalidade: Uma explicação a partir de variáveis explícitas e implícitas (Tese de Doutorado, Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa).

Gelaye, B., Mahlet, G. T., Lohsoonthorn, V. Lertmeharit, S., Pensuksan, W. C., Sanchez, S. E., Lemma, S., . . . Williams, M. A. (2015). Psychometric properties and factor structure of the General Health Questionnaire as a screening tool for anxiety and depressive symptoms in a multi-national study of young adults. Journal of Affective Disorders, 187, 197–202. doi: https://doi.org/10.1016/j.jad.2015.08.045

Goldberg, D. P., & Williams, P. A. (1988). A user’s guide to the General Health Questionnaire. Windsor: NFERNelson.

Goldberg, D., & Huxley, P. (1992). Common mental disorders: a bio-social model. Londres / Nova York: Tavistock /Routledge.

Gomes, R., Nascimento, E., & Araujo, F. (2007). Por que os homens buscam menos os serviços de saúde do que as mulheres? As explicações de homens com baixa escolaridade e homens com ensino superior. Cadernos de Saúde Pública, 23, 565-574. doi: https://doi.org/10.1590/S0102-311X2007000300015

Gomes, R., Rebello, L., Nascimento, E., Deslandes, S., & Moreira, M. (2011). A atenção básica à saúde do homem sob a ótica do usuário: um estudo qualitativo em três serviços do Rio de Janeiro. Ciência & Saúde Coletiva, 16, 4513-4521. doi: https://doi.org/10.1590/S1413-81232011001200024

Gouveia, V. V. (1998). The nature of individualist and collectivist values: A within and between cultures comparison [in Spanish]. Unpublished doctoral dissertation. Spain: Complutense University of Madrid.

Gouveia, V. V. (2003). The motivational nature of human values: Evidences of a new typology. Estudos de Psicologia, 8, 431–443.

Gouveia, V. V. (2013). Teoria Funcionalista dos Valores Humanos: Fundamentos, Aplicações e Perspectivas. São Paulo: Casa do Psicólogo.

Gouveia, V. V. (2017). Teoria funcionalista dos valores humanos: Áreas de estudo e aplicações. São Paulo: Vetor.

Gouveia, V. V., Lima, T. J. S., Gouveia, R. S. V., Freires, L. A., & Barbosa, L. H. G. M. (2012). Questionário de Saúde Geral (QSG-12): O Efeito de Itens Negativos em sua Estrutura Fatorial. Cadernos de Saúde Pública, 28, 375-384. doi: https://doi.org/10.1590/S0102-311X2012000200016

Gouveia, V. V., Milfont, T. L., & Guerra, V. M. (2014). Functional theory of human values: Testing its content and structure hypotheses. Personality and Individual Differences, 60, 41-47. doi: https://doi.org/10.1016/j.paid.2013.12.012

Gouveia, V. V., Vione, K. C., Milfont, T. L., & Fischer, R. (2015). Patterns of value change during the life span: Some evidence from a functional approach to values. Personality and Social Psychology Bulletin, 41(9), 1276-1290.

Inglehart, R. (1991). El cambio cultural en las sociedades industriales avanzadas. Madri: siglo XXI.

Kim, Y. J., Cho, M. J., Park, S., Hong, J. P., Sohn, J. H., Bae, J. N., . . . Park, J. I. (2013). The 12-item general health questionnaire as an effective mental health screening tool for general Korean adult population. Psychiatry Investigation, 10, 352–358. doi: 10.4306/pi.2013.10.4.352

Knauth, D., Couto, M. T., & Figueiredo (2012). A visão dos profissionais sobre a presença e as demandas dos homens nos serviços de saúde: perspectivas para a análise da implantação da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem. Ciência e Saúde Coletiva, 17 (10), 2617-2626. doi: https://doi.org/10.1590/S1413-81232012001000011

Kock, F. S., Görgens-Ekermans, G., & Dhladhla, T. J. (2014). A confirmatory factor analysis of the General Health Questionnaire–28 in a Black South African sample. Journal of Health Psychology, 19(10), 1222–1231. doi: https://doi.org/10.1177/1359105313488972

Laurenti, R., Jorge, M., & Gotlieb, S. (2005). Perfil epidemiológico da morbi-mortalidade masculina. Ciência & Saúde Coletiva, 10, 35-46. doi: https://doi.org/10.1590/S1413-81232005000100010

Levy, S. (1990). Values and deeds. Applied Psychology: An International Review, 39, 379-400. doi: https://doi.org/10.1111/j.1464-0597.1990.tb01062.x

Lopes, B. J. (2016). Perdão conjugal: uma explicação a partir dos valores humanos (Dissertação de Mestrado, Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa).

Martins, A., & Malamut. B. (2013). Análise do discurso da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem. Saúde e Sociedade, 22(2), 429-440. doi: https://doi.org/10.1590/S0104-12902013000200014

Maslow, A. (1954). Motivation and personality. New York: Harper & Row.

Medeiros, R. L. S. F. M. (2013). Dificuldades e estratégias de inserção do homem na atenção básica à saúde: a fala dos enfermeiros (Dissertação de Mestrado, Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa).

Medeiros, E. D. D., Pimentel, C. E., Monteiro, R. P., Gouveia, V. V., & Medeiros, P. C. B. D. (2015). Valores, atitudes e uso de bebidas alcoólicas: proposta de um modelo hierárquico. Psicologia: Ciência e Profissão, 35(3), 841-854.

Milfont, T. L., Gouveia, V. V., Lopes, M. W. C., Andrade, P. R., & Andrade, J. M. (2001). Prioridades valorativas de estudantes da UNICAP. Interlocuções, 1, 133-153. Retrieved from: https://www.researchgate.net/profile/Valdiney_Gouveia/publication/279193237_PRIORIDADES_VALORATIVAS_DE_ESTUDANTES_DA_UNICAP/links/558da7dc08ae15962d89465c/PRIORIDADES-VALORATIVAS-DE-ESTUDANTES-DA-UNICAP.pdf?origin=publication_list

Monteiro, R. P. (2014). Entendendo a Psicopatia: Contribuição dos traços de personalidade e valores humanos (Dissertação de Mestrado, Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa).

Pasquali, L., Gouveia, V. V., Andriola, W. B. Miranda, F. J., & Ramos, A. L. M. (1994). Questionário de Saúde Geral de Goldberg (QSG): Adaptação brasileira. Psicologia: Teoria e Pesquisa, 10, 421-438. Retrieved from: http://vvgouveia.net/Siteantigo/images/Gouveia_1994_-_Questionario_de_saude_geral_de_goldberg.pdf

Pasquali, L., Gouveia, V. V., Andriola, W. B., Miranda, F. J., & Ramos, A. L. M. (1996). Questionário de saúde geral de Goldberg: Manual técnico QSG (adaptação brasileira). São Paulo: Casa do Psicólogo.

Reis, L. M., Martins, B. F., Gavioli, A., Mathias T. A. F., & Oliveira, M. L. F. (2013). Saúde do homem: internações hospitalares por intoxicação registradas em um centro de assistência toxicológica. Escola Anna Nery Revista, 17(3), 505-511. doi: https://doi.org/10.1590/S1414-81452013000300014

Rokeach, M. (1981). Crença, atitudes e valores: uma teoria de organização e mudança. Rio de Janeiro: Interciência.

Romppel, M., Braehler, E., Roth, M., & Glaesmer, H. (2013). What is the General Health Questionnaire-12 assessing?: Dimensionality and psychometric properties of the General Health Questionnaire-12 in a large scale German population sample. Comprehensive Psychiatry, 54, 406–413. doi: https://doi.org/10.1016/j.comppsych.2012.10.010

Ronen, S. (1994). An underlying structure of motivational need taxonomies: A cross-cultural confirmation. In H. C. Triandis, M. D. Dunnette, & I. M. Hough (Eds.), Handbook of industrial and organizational psychology (Vol. 4, pp. 241-269). Palo Alto, CA:

Santos, L. C. O. (2014). Aspectos religiosos, educacionais e valorativos da intenção de voto (Dissertação de Mestrado, Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa).

Schwartz, S. H. (1992). Universal in the content and structure of values: Theoretical advances and empirical tests in 20 countries. Em M. P. Zanna (Ed.), Advanced in experimental social psychology (pp. 1-65). New York: Academic Press.

Silva Filho, S. B. (2001). Valores e dimensões do trabalho: Um estudo em diferentes contextos de escassez (Dissertação de Mestrado, Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa).

Tripathi, R. C. (1990). Interplay of values in the functioning of indian organizations. International Journal of Psychology, 25, 715-734. doi: https://doi.org/10.1080/00207599008247923

Vasconcelos, T. C. (2004). Personalidade, valores e condutas antissociais de jovens (Dissertação de Mestrado, Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa).

Vione, K. (2012). As prioridades valorativas mudam com a idade? Testando as hipóteses de rigidez e plasticidade (Dissertação de Mestrado, Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa).

Waldron, I. (1976). Why do women live longer than men? Social Science and Medicine, 10, 349‑362.

World Health Organization. (2007). What is mental health? Genebra: WHO.




DOI: https://doi.org/10.18256/2175-5027.2018.v10i1.2593

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Tailson Evangelista Mariano, Emerson Diógenes de Medeiros, Valdiney Veloso Gouveia, Hemerson Fillipy Silva Sales, Anderson Mesquita do Nascimento

ISSN 2175-5027

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

BASES DE DADOS E INDEXADORES

  Periódicos CAPES
DOAJ.jpg
 
dialnet.png
 
REDIB
latindex.jpg
  Diadorim.jpg  SIS
  circ.png