Discutindo os Possíveis Impactos do Abuso Sexual Intrafamiliar na Estruturação do Aparelho Psíquico Infantil

Maria Luiza Leal Pacheco, Bibiana Godoi Malgarim

Resumo


O presente artigo tem como objetivo discutir os possíveis impactos do abuso sexual intrafamiliar no psiquismo infantil e, para tanto, foi utilizada como metodologia a revisão de bibliografia. Observa-se que uma violência dessa natureza desorganiza todo o funcionamento familiar, pois denuncia uma falha na organização psicológica e estrutural da família, tendo importantes repercussões no psiquismo infantil. A criança fica impossibilitada de elaborar psiquicamente as excitações despertadas pelo abuso sexual, configurando um trauma que será manifestado através de inúmeros sintomas, os quais são uma ameaça no funcionamento do psiquismo na medida em que defesas psicológicas não conseguem sustentar e nem reprimir o afluxo de excitação proveniente do ato abusivo.  Considerando o material levantando, afirma-se que embora os efeitos de tal vivência possam aparecer de diversas formas, com diferentes graus de severidade e em qualquer idade da vítima, o abuso sexual infantil pode ser entendido como um propulsor para o surgimento de psicopatologias graves.

Palavras-chaves: Abuso Sexual Intrafamiliar, Funcionamento Psíquico, Psicanálise.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18256/2175-5027/psico-imed.v4n1p620-628

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais

ISSN 2175-5027

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

BASES DE DADOS E INDEXADORES

  Periódicos CAPES
DOAJ.jpg
 
dialnet.png
 
REDIB
latindex.jpg
  Diadorim.jpg  SIS
  circ.png