Aspectos Psicossociais do Suicídio em Idosos e Percepções de Sobreviventes.

Bruna Letícia Sancandi Almeida, Marta Lorentz, Lao Tse Maria Bertoldo

Resumo


O suicídio de idosos tem se tornado nas últimas décadas uma temática de relevância para a saúde pública. Em relação aos índices de suicídio em idosos, a literatura estima que embora os idosos tenham números de tentativas menores em relação às outras faixas etárias, as taxas de suicídio consumado são maiores. A pesquisa teve como objetivo investigar as circunstâncias psicossociais do óbito por suicídio na velhice, ocorrido em um município no Noroeste do Rio Grande do Sul (RS), por meio de um roteiro de entrevista semiestruturada do instrumento “Autópsia Psicológica e Psicossocial sobre suicídio de idosos”, com abordagem qualitativa. Realizou-se um estudo de caso coletivo, no qual foram verificadas seis autópsias psicossociais de idosos que cometeram suicídio. A pesquisa teve como participantes familiares e pessoas que possuíam vínculo significativo com o idoso que cometeu suicídio. As informações provenientes das entrevistas foram analisadas a partir da análise temática. Com a pesquisa, foi possível investigar as circunstâncias psicossociais envolvidas na morte por suicídio de idosos. Em relação aos fatores psicossociais, pode-se elencar as doenças, a presença de transtornos mentais, a existência de relações conflituosas familiares e as histórias de perdas como fatores encontrados nessa população correlacionados com o suicídio.


Palavras-chave


Suicide; Aged; Survivors; Public Health

Texto completo:

PDF HTML

Referências


American Association of Suicidology. (2014). Elder suicide fact sheet: based on 2012 data (2014). Retrieved from http://www.suicidology.org/Portals/14/docs/Resources/FactSheets/Elderly2012.pdf

Argimon, L. I.I., Lopes, F. R. M., Terroso, B. L., Farina, M., & Coutinho, A. (2013). Considerações sobre desesperança na avaliação do potencial suicida. Boletim - Academia Paulista de Psicologia, 33(84), 53-63. Retrieved from http://www.redalyc.org/pdf/946/94632386006.pdf

Associação Americana de Psiquiatria (2014). Manual diagnóstico e estatístico de transtornos mentais (5a ed.; M. I. C. Nascimento, Trad.). Porto Alegre, RS: Artmed.

Associação Brasileira de Psiquiatria (2014). Suicídio: informando para prevenir. Retrieved from http://www.flip3d.com.br/web/pub/cfm/index9/?numero=14

Borges, D. R., Colombo, A. L., Ramos, L. R., Ferreira, L. M., & Guinsburg, R. (2014). Atualização terapêutica de Prado, Ramos, Valle: diagnóstico e tratamento (25a ed.). São Paulo, SP: Artes Médicas.

Botega, N. J. (2015). Crise suicida: avaliação e manejo. Porto Alegre, RS: Artmed.

Brasil (2014). Manual de enfrentamento à violência contra a pessoa idosa. É possível prevenir. É necessário superar. Retrieved from http://www.sdh.gov.br/assuntos/pessoa-idosa/publicacoes/violencia-contra-a-pessoa-idosa

Braun, V., & Clarke, V. (2008). Using thematic analysis in psychology. Qualitative Research in Psychology, 3(2), 77-101. doi: https://doi.org/10.1191/1478088706qp063oa

Cavalcante, F. G., & Minayo, M. C. S. (2012). Autópsias psicológicas e psicossociais de idosos que morreram por suicídio no Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, 17(8), 1943-1954. doi: https://doi.org/10.1590/S1413-81232012000800002

Cavalcante, F. G., Minayo, M. C. S., & Mangas, R. M. N. (2013). Diferentes faces da depressão no suicídio em idosos. Ciência & Saúde Coletiva, 18(10), 2985-2994. doi: https://doi.org/10.1590/S1413-81232013001000023

Cavalcante, F. G., Minayo, M. C. S., Meneghel, S. N., Silva, R. M., Gutierrez, D. M. D., Conte, M., ... Moreira, G. A. R. (2012). Autópsia psicológica e psicossocial sobre suicídio de idosos: uma abordagem metodológica. Ciência & Saúde Coletiva, 17(8), 2039 -2052. doi: https://doi.org/10.1590/S1413-81232012000800015

Ciulla, L., Nogueira, L. E., Silva Filho, I. G., Tres, G. L., Engroff, P., Ciulla, V., & Cataldo Neto, A. (2014). Suicide risk in the elderly: data from Brazilian public health care program. Journal of Affective Disorders, 152, 513-516. doi: https://doi.org/10.1016/j.jad.2013.05.090

Closs, V. E., & Schwanke, C. H. A. (2012). A evolução do índice de envelhecimento no Brasil, nas suas regiões e unidades federativas no período de 1970 a 2010. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, 15(3), 443-458. doi: https://doi.org/10.1590/S1809-98232012000300006

Conselho Federal de Psicologia. (2013). O suicídio e os desafios para a Psicologia. Brasília, DF: CFP.

Costa, A. L. S., & Souza, M. L. P (2017). Narrativas de familiares sobre o suicídio de idosos em uma metrópole amazônica. Revista de Saúde Pública, 51(11), 1-10. doi: https://doi.org/10.11606/s1518-8787.2017051007059

Creswell, J. W. (2010). Projeto de Pesquisa: métodos qualitativo, quantitativo e misto (3a ed.; M. Lopes, Trad.). Porto Alegre, RS: Artmed.

Cunha, J. A. (2001) Manual da versão em português das Escalas Beck. São Paulo, SP: Casa do Psicólogo.

Kegler, P., & Macedo, M. M. K (2015). Trabalho e aposentadoria militar: singularidades de uma travessia psíquica. Psico-USF, 20(1), 25-38. doi: https://doi.org/10.1590/1413-82712015200103

Martins, J. D. F., Felzemburgh, R. M., Dias, A. B., Caribé, A. C., Bezerra-Filho, S., & Miranda-Scippa, Â. (2016). Suicide attempts in Brazil, 1998–2014: an ecological study. BMC Public Health, 16, 990. doi: https://doi.org/10.1186/s12889-016-3619-3

Minayo, M. C. S., & Cavalcante, F. G. (2010). Suicídio entre pessoas idosas: revisão da literatura. Revista de Saúde Pública, 44(4), 750 -757. doi: https://doi.org/10.1590/S0034-89102010000400020

Santos, M. A. (2017). Câncer e suicídio em idosos: determinantes psicossociais do risco, psicopatologia e oportunidades para prevenção. Ciência & Saúde Coletiva, 22(9), 3061-3075. doi: https://doi.org/10.1590/1413-81232017229.05882016

Santos, E. G. O., Oliveira, Y. O. M. C., Azevedo, U. N., Nunes, A. D. S., Amador, A. E., & Barbosa, I. R. (2017). Análise espaço-temporal da mortalidade por suicídio em idosos no Brasil. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, 20(6), 854-865. doi: https://doi.org/10.1590/1981-22562017020.170115

Schlemm, J. J. (2016). O suicídio e o luto materno (Dissertação de Mestrado, Universidade Federal do Paraná, Paraná, Brasil). Retrieved from http://acervodigital.ufpr.br/bitstream/handle/1884/43023/R%20-%20D%20-%20JULIA%20JOERGENSEN%20SCHLEMM.pdf?sequence=1&isAllowed=y

Sérvio, S. M. T., & Cavalcante, A. C. S. (2013). Retratos de Autópsias Psicossociais Sobre Suicídio de Idosos em Teresina [Edição especial]. Psicologia: Ciência e Profissão, 33, 164-175. Retrieved from http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-98932013000500016

Sousa, G. S., Silva, R. M., Figueiredo, A. E. B., Minayo, M. C. S., & Vieira, L. J.E. S. (2014). Circunstâncias que envolvem o suicídio de pessoas idosas. Interface-Comunicação, Saúde e Educação, 18(49), 389-402. doi: https://doi.org/10.1590/1807-57622013.0241

Stake, R. E. (2005). Qualitative Case studies. In N. K. Denzin & Y. S. Lincoln (Eds.), The Sage handbook of qualitative research (3rd., pp. 443-466). London, UK: Sage Publications.

Suresh Kumar, P. N., Anish, P. K., & George, B. (2015). Risk factors for suicide in elderly in comparison to younger age groups. Indian Journal of Psychiatry, 57(3), 249–254. doi: https://doi.org/10.4103/0019-5545.166614




DOI: https://doi.org/10.18256/2175-5027.2018.v10i1.2260

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Bruna Letícia Sancandi Almeida

ISSN 2175-5027

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

BASES DE DADOS E INDEXADORES

  Periódicos CAPES
DOAJ.jpg
 
dialnet.png
 
REDIB
latindex.jpg
  Diadorim.jpg  SIS
  circ.png