Bem-Estar Espiritual e Religião em Doutorandos de Universidade Comunitária

Ane Cristina Thurow, Caroline de Souza Charão, Eloiza de Oliveira Mortagua, Luciano Dias de Mattos Souza

Resumo


O bem-estar espiritual conecta-se ao significado da vida de maneira ampla, possibilitando o equilíbrio emocional, a qualidade de vida e o desenvolvimento de valores éticos e morais que podem interferir nas questões biológicas, psicológicas e sociais do indivíduo. Este estudo objetivou avaliar o bem-estar espiritual em doutorandos de uma universidade comunitária de Pelotas-RS a fim de verificar sua associação com fatores sociodemográficos e autoavaliação de saúde e vida. Trata-se de um estudo transversal, com amostra de conveniência, que examinará o bem-estar espiritual em doutorandos de Programas de Pós-Graduação. Os participantes responderam ao questionário com fatores sociodemográficos, autoavaliação da saúde e da vida e ao instrumento – versão longa da Escala de Bem-Estar Espiritual (EBE) – que são autoaplicáveis. Foram utilizados os testes t, ANOVA e correlação de Pearson para a análise. Os resultados apresentaram maiores escores de bem-estar espiritual e religioso em doutorandos que têm alguma religião, realizam práticas religiosas e tem frequência na atividade; observou-se correlação significativa do bem-estar religioso com a renda familiar. O estudo mostra a importância do bem-estar espiritual como fator de proteção em questões sociais, psicológicas e profissionais, principalmente em momentos tensos e de sobrecarga em que vivem os doutorandos.

Palavras-chave: Espiritualidade, Religião, Educação Superior


Texto completo:

PDF HTML

Referências


American Psychiatric Association. (2014). Manual diagnóstico e estatístico de transtornos mentais: DSM-5 (5a ed., M. I. C. Nascimento, Trad.). Porto Alegre, RS: Artmed.

Aquino, T. A. A., Correia, A. P. M., Marques, A. L. C., Souza, C. G., Freitas, H. C. A., Araújo, I. F. (2009). Atitude religiosa e sentido da vida: Um estudo correlacional. Psicologia: Ciência e profissão, 29(2), 228-243. doi: https://doi.org/10.1590/S1414-98932009000200003

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – CAPES. (2014). Retrieved from http://www.capes.gov.br/36-noticias/6689-resultados-da-avaliacao-da-capes-revelam-que-pos-graduacao-teve-crescimento-de-23-no-trienio

Costa, C. C., De Bastiani, M., Geyer, J. G., Calvetti, P. Ü., Muller, M. C., & Moraes, M. L. A. (2008). Qualidade de vida e bem-estar espiritual em universitários de psicologia. Psicologia em Estudo, 13(2), 249-255. doi: https://doi.org/10.1590/S1413-73722008000200007

Ermel, R. C., Vieira, M., Tavares, T. F., Furuta, P. M., Zutin, T. L., Caramelo, A. C. (2015). O bem-estar espiritual dos professores de medicina e de enfermagem. Revista Enfermagem UFPE, 9(1), 158-163. Retrieved from https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/view/10320

Faro, A. (2013). Um modelo explicativo para o bem-estar subjetivo: Estudo com mestrandos e doutorandos no Brasil. Psicologia: Reflexão e Crítica, 26(4), 654-662. doi: https://doi.org/10.1590/S0102-79722013000400005

Ferreira, A. V., Pinto, M. C., & Neto, F. Religiosidade e bem-estar em estudantes portugueses, moçambicanos, angolanos e brasileiros. (2012). Atas do II Seminário Internacional “Contributos da Psicologia em contextos educativos”. Braga, Universidade do Minho. Retrieved from: https://repositorio-aberto.up.pt/handle/10216/63865

Guimarães, H. P., & Avezum, A. (2007). O impacto da espiritualidade na saúde física. Revista Psiquiatria Clínica, 34(1), 88-94. doi: https://doi.org/10.1590/S0101-60832007000700012

Marques, L. F. A saúde e o bem-estar espiritual em adultos porto-alegrenses. (2003). Psicologia: Ciência e profissão, 23(2), 56-65. doi: https://doi.org/10.1590/S1414-98932003000200009

Marques, L. F., Sarriera, J. C., & Dell’aglio, D. D. (2009). Adaptação e validação da Escala de Bem-Estar Espiritual (EBE). Avaliação Psicológica, 8(2), 179-186. Retrieved from http://pepsic.bvsalud.org/pdf/avp/v8n2/v8n2a04.pdf

Organização Mundial de Saúde (OMS). (1998). Resolution EB101.R2. Fifty-Second World Health Assembly A52/24. Retrieved from http://apps.who.int/gb/archive/pdf_files/WHA52/ew24.pdf

Silva, L. H. P.; Penha, R. & Silva, M. J. P. (2012). Relação entre crenças espirituais/religiosas e bem-estar espiritual da equipe de enfermagem. REVRENE, 13(3), 677-685. Recuperado http://www.periodicos.ufc.br/rene/article/view/4008

Silva, R. P., Souza, P., Nogueira, D. A., Moreira, D. S., Chaves, E. C. L. (2013). Relação entre bem-estar espiritual, características sociodemográficas e consumo de álcool e outras drogas por estudantes. Jornal Brasileiro de Psiquiatria, 62(3), 191-198. Retrieved from http://www.scielo.br/pdf/jbpsiq/v62n3/03.pdf

Volcan, S. M. A., Sousa, P. L. R., Mari, J. J., & Horta, B. L. (2003). Relação entre bem-estar espiritual e transtornos psiquiátricos menores: Estudo transversal. Revista Saúde Pública, 37(4), 440-445. doi: https://doi.org/10.1590/S0034-89102003000400008




DOI: https://doi.org/10.18256/2175-5027.2017.v9i2.2169

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018

ISSN 2175-5027

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

BASES DE DADOS E INDEXADORES

  Periódicos CAPES
DOAJ.jpg
 
dialnet.png
 
REDIB
latindex.jpg
  Diadorim.jpg  SIS
  erihplus.png  
circ.png