A Psicanálise e as Singularidades de um Caso de Constipação

Iagor Brum Leitão

Resumo


Este artigo trata de um estudo de caso de um homem adulto que sofre da Síndrome do Intestino Irritável (SII) e que trouxe como sintoma principal a constipação. Entretanto, é necessário destacar que não se objetiva, aqui, discutir especificamente as questões referentes à SII, e sim apresentar as discussões das particularidades de um caso clínico, submetido à escuta psicanalítica, valorizando um dispositivo fundamental para a construção teórico e clínica da Psicanálise: o estudo de caso. O fato da mãe do paciente sofrer de Alzheimer e morar com ele é vivido com extrema ambivalência, e o seu mal-estar é constantemente associado à dificuldade em “suportar” algumas situações. Com base na literatura psicanalítica que discutem casos de constipação e nas questões que circundam o caso aqui em questão, discute-se a hipótese de uma relação entre constipação e ambivalência nas relações familiares, especialmente na relação com o Outro materno. Conclui-se que os sintomas de constipação do paciente expressam a condição em que se privilegia, na fantasia, uma mãe cujo pathos a coloca em uma posição de demanda tal qual na fase anal, em que há a demanda das fezes. Porque a demanda é sentida como excessiva, tem-se como resposta a recusa.


Texto completo:

PDF HTML

Referências


Barbieri, V., Ujikawa, M. I., & Mishima, F. K. T. (2011). O amor e o ódio no brincar da criança com encoprese. Tempo Psicanalítico, 43(2), 321-337. Retrieved from http://pepsic.bvsalud.org/pdf/tpsi/v43n2/v43n2a05.pdf

Erikson, E. (1976). Infância e sociedade. Rio de Janeiro, RJ: Zahar.

Farias, C. N. F. (2007). Leitura psicanalítica do sintoma em pacientes com doenças inflamatórias intestinais (Tese de Doutorado, Universidade de São Paulo, São Paulo, Brasil).

Fernandes, C., Reis, B., Besset, V., & Veras, M. (2016). Corpo e fenômeno psicossomático na clínica psicanalítica. Psicologia em Revista, 21(3), 547-561. doi: https://doi.org/10.5752/P.1678-9523.2015v21n3p547

Ferreira, A. P., & Szuchmacher, A. M. (2006). Assistência e ensino na instituição psiquiátrica: Interfaces de uma experiência plural. Psicologia para América Latina, (6). Retrieved from http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1870-350X2006000200013

Freud, S. (2006). Sobre a psicopatologia da vida cotidiana. In S. Freud, Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud (J. Salomão, trad., Vol. 6, pp. 3-362). Rio de Janeiro, RJ: Imago. (Original publicado em 1901).

Freud, S. (1905/1980). Os chistes e sua relação com o inconsciente. In S. Freud, Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud (Vol. 13, pp. 13-267). Rio de Janeiro, RJ: Imago

Freud, S. (1912/2006). A dinâmica da transferência. In S. Freud, Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud (Vol. 12, pp. 111-119). Rio de Janeiro, RJ: Imago.

Freud, S. (1914/2006). Uma introdução ao narcisismo. In S. Freud, Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud (Vol. 14, pp. 76-108). Rio de Janeiro, RJ: Imago.

Freud, S. (1920/2006). Além do princípio do prazer. Freud, Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud (Vol. 18, pp. 17-72). Rio de Janeiro, RJ: Imago.

Gil A. C. (2002). Como elaborar projetos de pesquisa (4a ed.). São Paulo, SP: Atlas.

Guerra, A. M. C. (2010). Psicanálise e produção científica. In: Kyrillos Neto, Jacqueline Moreira (Orgs.), Pesquisa em psicanálise: transmissão na Universidade (pp. 130-145). Barbacena, MG: EdUEMG.

Lacan, J. (1970/1992). O Seminário, livro 17: o avesso da psicanálise. Rio Janeiro, RJ: Zahar.

Lacan, J. (1957/1998). A instância da letra no inconsciente ou a razão desde Freud. In: J. Lacan, Escritos (pp. 496-533). Rio de Janeiro, RJ: Jorge Zahar.

Lacan, J. (1964/2008). Seminário, livro 11: os quatro conceitos fundamentais da psicanálise. Rio de Janeiro, RJ: Jorge Zahar.

Iribarry, I. N. (2003). O que é pesquisa psicanalítica? Ágora: Estudos em Teoria Psicanalítica, 6(1), 115-138. doi: https://doi.org/10.1590/S1516-14982003000100007

MacLean, G., & Jones, B. (1987). The psychological development of a twin: A case study of the importance of a symptom. Canadian Journal of Psychiatry, 32, 588-94. doi: https://doi.org/10.1177/070674378703200716

Maia, A. B, Medeiros, C. P. & Fontes, F. (2012). O conceito de sintoma na psicanálise: Uma introdução. Estilos da Clinica, 17(1), 44-61. Retrieved from http://www.revistas.usp.br/estic/article/view/46133

Miller, J-A. (1994). A transferência de Freud a Lacan. In J-A. Miller, Percurso de Lacan: Uma introdução (pp. 55-71). Rio de Janeiro: Jorge Zahar. (Original publicado em 1987).

Motta, C. R., Silva, L. R., & Castro, H. (2010). A psicanálise da criança: Um estudo de caso. Revista de Ciências Médicas e Biológicas, 9(1), 89-94. Retrieved from https://repositorio.ufba.br/ri/bitstream/ri/1673/1/4739-12144-1-PB.pdf

Quinet, A. (1999). A ciência psiquiátrica nos discursos da contemporaneidade. Associação Mineira de Psiquiatria - O Risco, 10(8), 12-4. Retrieved from http://lacanian.memory.online.fr/AQuinet_Ciencia.rtf

Quinet, A. (2009). 4 +1 Condições de análise. Rio de Janeiro, RJ: Jorge Zahar.

Ramos, H. (2003). Ato psicanalítico: Cirurgia do significante. In A. C. C. P. Psicanalítico (Ed.), O ato psicanalítico (pp. 90-100). Retrieved from http://www.campopsicanalitico.com.br/media/1051/ato.pdf

Stake, R. (1995). The art of case study research. Thousand Oaks: Sage.




DOI: https://doi.org/10.18256/2175-5027.2017.v9i2.2145

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018

ISSN 2175-5027

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

BASES DE DADOS E INDEXADORES

  Periódicos CAPES
DOAJ.jpg
 
dialnet.png
 
REDIB
latindex.jpg
  Diadorim.jpg  SIS
  erihplus.png  
circ.png