A Espiritualidade no Enfrentamento do Câncer

Priscila Flávio de Oliveira, Francine Náthalie Ferraresi Rodrigues Queluz

Resumo


O câncer é uma doença que afeta milhares de pessoas a cada ano. A espiritualidade é, muitas vezes, a forma como pessoas com câncer encontram para enfrentar o estresse decorrente dessa doença. O objetivo do presente estudo foi verificar se a espiritualidade tem influência positiva no enfrentamento do câncer. A busca na literatura foi realizada por meio das bases de dados: SciELO, LILACS, BVS e Portal CAPES. Como critério de inclusão, optou-se por estudos que estivessem na língua portuguesa ou espanhola e que tivessem sido publicados a partir do ano 2000. Foram encontrados treze artigos que se encaixaram no perfil. Os estudos mostraram que a espiritualidade se correlaciona positivamente com a qualidade de vida, assim como com melhor aceitação da doença. Verificou-se também que a espiritualidade trouxe benefícios aos pacientes oncológicos. Novos estudos são necessários nesse tema, visando relacionar principalmente espiritualidade com bem-estar físico.


Texto completo:

PDF

Referências


Batista, S., & Mendonça, A. R. A. (2012). Espiritualidade e qualidade de vida nos pacientes oncológicos em tratamento quimioterápico. Revista Bioética (impressa), 20(1), 175-188.

Bifulco, V. A. (2010). Psico-oncologia: Apoio emocional para o paciente, a família e a equipe no enfrentamento do câncer. In: V. A. Bifulco, H. J. Fernandes Júnior, & A. B. Barboza (Orgs.), Câncer: Uma visão multiprofissional (pp. 231-243). Barueri, SP: Minha Editora.

Bourget, M. M. et al. (2010). Epidemiologia do câncer: Frequência no Brasil e na região leste do município de São Paulo e o trabalho da estratégia da saúde da família (ESF) em relação ao câncer. In: V. A. Bifulco, H. J. Fernandes Júnior, & A. B. Barboza (Orgs.), Câncer: Uma visão multiprofissional (pp. 339- 365). Barueri, SP: Minha Editora.

Brasil (2014). Instituto Nacional do Câncer José Alencar Gomes da Silva, Coordenação de Prevenção e Vigilância. Estimativa 2014: Incidência de Câncer no Brasil.

Caldeira, S., Carvalho, E. C., & Vieira, M. (2014) Entre o bem-estar espiritual e a angústia espiritual: Possíveis fatores relacionados a idosos com cancro. Revista Latino-Americana de Enfermagem, 22, 1-7.

Cardoso, C. R. D., & Peres, R. S. (2011). Estilos de enfrentamento religioso em mulheres acometidas por câncer de mama. Estudos e Pesquisas em Psicologia, 11(3), 1058-1061.

Espinha, D. C. M., & Lima, R. A. G. (2012). Dimensão espiritual de crianças e adolescentes com câncer: Revisão integrativa. ACTA Paulista de Enfermagem, 25, 161-165.

Fornazari, S. A., & Ferreira, R. E. R. (2010). Religiosidade/ espiritualidade em pacientes oncológicos: Qualidade de vida e saúde. Psicologia: Teoria e Pesquisa, 26, 265-272.

Galvis-López, M. A., & Pérez-Giraldo, B. (2011). Perspectiva espiritual de la mujer con câncer. Aquichan, 11(3), 256-273.

Guedea, M. T. D., Albuquerque, F. J. B., Tróccoli, B. T., Noriega, J. A. V., Seabra, M. A. B., & Guedea, R. L. D. (2006). Relação do bem-estar subjetivo, estratégias de enfrentamento e apoio social em idosos. Psicologia: Reflexão e Crítica, 19, 301-308.

Guerrero, G. P., Zago, M. M. F., Sawada, N. O., & Pinto, M. H. (2011). Relação entre espiritualidade e câncer: Perspectiva do paciente. Revista Brasileira de Enfermagem, 64(1), 53-59.

Guimarães, H. P., & Avezum, A. (2007). O impacto da espiritualidade na saúde física. Revista Psiquiatria Clínica, 34(1), 88-94.

Kubler-Ross, E. (2008). Sobre a morte e o morrer. São Paulo, SP: Editora Martins Fontes.

Lazarus, R. S., & Folkman, S. (1991). The concept of coping. In: A. Monart, & R.S. Lazarus, (Edts). Stress and coping: An anthology. (3th ed., pp.127-148) New York: Columbia University Press.

Liberato, R. P., & Macieira, R. C. Espiritualidade no enfrentamento do câncer. In: V. A Carvalho,. et al. (Orgs.) Temas em psico-oncologia (pp. 414-431). São Paulo, SP: Summus.

Mesquita, A. C., Chaves E. C. L., Avelino, C. C. V., Nogueira, D. A., Panzini, R. G., & Carvalho, E. C. (2013). A utilização do enfrentamento religioso/ espiritual por pacientes com câncer em tratamento quimioterápico. Revista Latino-Americana de Enfermagem, 21(2), 1-7.

Miranda, S. L., Lanna, M. A. L., & Felippe, W. C. (2015). Espiritualidade, depressão e qualidade de vida no enfrentamento do câncer: Estudo exploratório. Psicologia: Ciência e profissão, 35, 870-885.

Panzini, R. G., Rocha, N. S., Bandeira, D. R., & Fleck, M. P. A. (2007). Qualidade de vida e espiritualidade. Archives of Clinical Psychiatry (São Paulo), 34, 105-115.

Panzini, R. G., & Bandeira, D. R. (2007). Coping (enfrentamento) religioso/ espiritual. Revista Psiquiatria Clínica, 34(1), 126-135.

Payán, E. C., Vinaccia, S., & Quiceno, J. M. (2011). Cognición hacia la enfermedad, bienestar espiritual y calidad de vida em pacientes con câncer en estado terminal. Acta Colombiana de Psicología, 14(2), 79-89.

Peres, M. F. P., Arantes, A. C. L. Q., Lessa, P. S., & Caous, C. A.. (2007). A importância da integração da espiritualidade e da religiosidade no manejo da dor e dos cuidados paliativos. Archives of Clinical Psychiatry (São Paulo), 34(1), 82-87.

Pinto, F. N. F. R., & Barham, E. J. (2014b). Habilidades sociais e estratégias de enfrentamento de estresse: Relação com indicadores de bem-estar psicológico em cuidadores de idosos de alta dependência. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, 17(3), 525-539. doi: 10.1590/1809-9823.2014.13043

Pinto, C., & Ribeiro, J. L. P. (2010). Avaliação da espiritualidade dos sobreviventes de cancro: Implicações na qualidade de vida. Revista Portuguesa de saúde pública, 28(1), 49-56.

Prado, B. B. F. (2014). Influência dos hábitos de vida no desenvolvimento do câncer. Ciência e Cultura, 66(1), 21-24.

Reeve, J. (2006). Motivação e emoção. Rio de Janeiro, RJ: LTC.

Soares, M. R. Z. et al. (2012). Análise do comportamento aplicada à oncologia. In: V. B. Haydu & S. R. Souza (Orgs.). Psicologia comportamental aplicada: Avaliação e intervenção nas áreas da saúde, da clínica, da educação e do esporte (pp. 77-92). Londrina, PR: Ed. Eduel.

Veit, C. M., & Castro, E. K. (2013a). Coping religioso/ espiritual positivo em mulheres com câncer de mama: Um estudo qualitativo. Psico, 44(3), 331-341.

Veit, C. M., & Castro, E. K. (2013b). Coping religioso/ espiritual em mulheres com câncer de mama. Arquivos Brasileiros de Psicologia, 65(3), 421-435.




DOI: https://doi.org/10.18256/2175-5027/psico-imed.v8n2p142-155

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




ISSN 2175-5027

Licença Creative Commons

Revista de Psicologia da IMED, da IMED é licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

BASES DE DADOS E INDEXADORES

 DOAJ.jpg Periódicos CAPES
latindex.jpg
 
dialnet.png
 
REDIB
Diadorim.jpg
    SIS
circ.png