Triangulação de informações: Bender, anamnese e CBCL nas dificuldades de aprendizagem

Roselaine Berenice Ferreira da Silva, Cristiane Friedrich Feil, Rodrigo Luis Bispo de Souza, Rafaele Medeiros Paniagua

Resumo


Este artigo objetiva verificar a associação entre dificuldades escolares, obtidas por meio de entrevistas de anamnese, o item competência escolar do CBCL e os resultados do teste Bender. A amostra constitui-se de 1200 crianças, meninos e meninas, com idades entre cinco e 12 anos. Nas entrevistas de anamnese, o item mais freqüente foi a dificuldade de aprendizagem (16,6%). No CBCL, considerando a competência escolar, 13% das crianças demonstram dificuldades na área. Em se tratando do  Teste Bender, o maior percentual encontrado foi de crianças com resultados abaixo da média para a idade (73%). Na associação entre dificuldades de aprendizagem e os resultados  do Bender, a associação foi estatisticamente significativa (χ²=54,286; p=0,000), assim como a entre o item competência escolar do CBCL e Bender (χ²=33,948; p=0,000). A associação entre os dados de anamnese e os resultados dos testes mostra a importância da coleta dos dados de diferentes fontes e com diferentes instrumentos e demonstram que o Bender é útil para a avaliação de crianças com dificuldades de aprendizagem.


Palavras-chave


Bender; CBCL; dificuldade de aprendizagem

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18256/2175-5027/psico-imed.v1n1p82-90

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais

ISSN 2175-5027

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

BASES DE DADOS E INDEXADORES

  Periódicos CAPES
DOAJ.jpg
 
dialnet.png
 
REDIB
latindex.jpg
  Diadorim.jpg  SIS
  circ.png