MAPA GEOTÉCNICO DE POTENCIAL EROSIVO DE UMA ÁREA DE EXPANSÃO URBANA DE TUBARÃO - SC

Marcelo Heidemann

Resumo


O município de Tubarão – SC tem sofrido uma considerável expansão de sua mancha urbana. Esta expansão tem-se dado em muitas áreas de encostas, de solo residual e coluvionar. A ocupação destas áreas é problemática, não apenas pelo risco de instabilização e deslizamentos, mas também pela deflagração de processos erosivos nos solos expostos. Neste sentido, o presente trabalho apresenta os resultados de um mapeamento geotécnico com vistas ao potencial erosivo dos solos, realizado em uma área de expansão urbana do município. O mapeamento foi realizado tendo como base o conceito de unidades geotécnicas, a partir do cruzamento de mapas geológicos e pedológicos, pré-existentes. Para estimativa do potencial erosivo dos solos foram realizados ensaios Inderbitzen Modificado e Infiltrabilidade e Perda de Massa por Imersão, propostos pela metodologia MCT, em amostras indeformadas. Os dados obtidos foram inseridos em um banco de dados vinculado a um sistema de informações geotécnicas (SIG). Os resultados mostraram a alta susceptibilidade à erosão em praticamente toda a área de estudo, que já apresenta a ocorrência do processo de forma acelerada em vários pontos. A geração destas informações é importante porque pode contribuir para a gestão do crescimento do município, de forma que esse processo possa se dar de maneira ordenada e tecnicamente adequada, assim como melhorar o entendimento acerca do comportamento geotécnico dos solos estudados.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18256/2358-6508/rec-imed.v1n1p3-10

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais

Licença Creative Commons
Este obra de Revista de Engenharia Civil IMED está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

ISSN 2358-6508

 Indexadores

 miar.png logos_DOI_CrossRef_CrossChek.png 
   SHERPA-RoMEO-long-logo.gif