Análise comparativa da irregularidade longitudinal por faixas de tráfego obtida por aplicativo para smartphones

Raimundo Igor Marques Duarte, Elisa da Silva Sousa, Francisco Heber Lacerda de Oliveira

Resumo


A irregularidade longitudinal é um dos parâmetros mais utilizados na avaliação da qualidade funcional de pavimentos rodoviários. Nas últimas décadas, os órgãos gestores têm o desafio de utilizar métodos que obtenham dados de irregularidade longitudinal de maneira acurada, rápida e, ao mesmo tempo, com equipamentos de baixo custo e fácil operação. Nesse sentido, o uso de aplicativos para smartphones surgiram como alternativa aos métodos tradicionais de avaliação. Neste artigo, foi feita uma análise comparativa da irregularidade longitudinal obtida por meio do aplicativo SmartIRI e de avaliação subjetiva, numa extensão de 4,1 km de uma rodovia em pavimento flexível com seis faixas de tráfego. Foi identificado que, em alguns trechos, a avaliação subjetiva foi coerente com os resultados do aplicativo, e em outros, apresentou-se mais conservadora, classificando como Regular o que o aplicativo classificou como Bom. Além disso, foi observado que a utilização do SmartIRI possibilita a avaliação de segmentos de 100 metros, podendo identificar trechos críticos, que necessitem de medidas corretivas. Com este trabalho, espera-se auxiliar o processo de tomada de decisão quanto às estratégias de manutenção e reabilitação, contribuindo para a qualidade do conforto ao rolamento em pavimentos rodoviários.


Palavras-chave


Avaliação funcional. Irregularidade. Aplicativos. Smartphone. Rodovia.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, L.C. Aplicativo para smartphone destinado à medição da irregularidade longitudinal em rodovias. 2018. 91f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Transportes) - Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2018.

ALMEIDA, L.C.; OLIVEIRA, F. H. L.; RAMOS, S.P. Estudo da condição de superfície em rodovias por meio do uso de aplicativo para smartphone. Revista Transportes, Rio de Janeiro, v. 25, n. 2, p. 70-83, 2018.

BARELLA, R. M. Contribuição para a avaliação da irregularidade longitudinal de pavimentos com perfilômetros inerciais. 2008. 362 f. Tese (Doutorado em Engenharia) - Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008.

BERNUCCI, L. B.; MOTTA, L. M. G.; CERATTI, J. A. P.; SOARES, J. B. Pavimentação asfáltica: formação básica para engenheiros. 3. ed. Rio de Janeiro: Petrobras, 2008.

BRASIL. Ministério dos Transportes. Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes. Diretoria de Planejamento e Pesquisa. Instituto de Pesquisas Rodoviárias. Norma DNIT 009/2003 - PRO: avaliação subjetiva da superfície de pavimentos flexíveis e semirrígidos: procedimento. Rio de Janeiro, 2003.

BRASIL. Ministério dos Transportes. Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes. Diretoria de Planejamento e Pesquisa. Coordenação Geral de Estudos e Pesquisa. Instituto de Pesquisas Rodoviárias. Manual de restauração de pavimentos asfálticos. 2. ed. Rio de Janeiro, 2006. (Publicação IPR, 720).

BRASIL. Ministério dos Transportes. Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes. Diretoria Geral. Diretoria Executiva. Instituto de Pesquisas Rodoviárias. Manual de gerência de pavimentos. Rio de Janeiro, 2011. (Publicação IPR, 745).

BISCONSINI, D. R. Avaliação da irregularidade longitudinal dos pavimentos com dados coletados por smartphones. 2016. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Transportes) -Universidade de São Paulo, São Carlos, 2016

CARANNANTE, F. B. Informações - CE-401. [mensagem pessoal] Mensagem recebida por: igormq96@gmail.com. em: 10 set. 2018. Planilha anexa: Estimativa do volume médio diário anual do tráfego para os trechos do Sistema Rodoviário Estadual (2012).

CEARÁ. Departamento Estadual de Rodovias. Secretaria da Infraestrutura. Situação das rodovias. Fortaleza, 2018. Disponível em: http://www.der.ce.gov.br/rodovias/situacao-das-rodovias/. Acesso em: 20 set. 2018.

CONFEDERAÇÃO NACIONAL DO TRANSPORTE. Transporte rodoviário: por que os pavimentos não duram? 2017. Brasília, 2017.

DOUANGPHACHANH, V. The Development of a Simple Method for Network-wide Road Surface Roughness Condition Estimation and Monitoring Using Smartphone Sensors. 2014. 172 f. Tese (Doutorado) -Tokyo Metropolitan University, Tokyo, 2014.

FORSLÖF, L; JONES, H. Roadroid: continuous road condition monitoring with smartphones. In: IRF 17th World Meeting and Exhibition, Riyadh, 2013.

GILLESPIE, T. D.; PATERSON, W. D. O.; SAYERS, M. W. Guidelines for conducting and calibrating road roughness measurements. Washington: The Word Bank, 1986. (World Bank Technical Paper, Number 46).

GOOGLE MAPS. [CE-401, Fortaleza - CE]. [c2018]. Disponível em: https://goo.gl/WPFc7c. Acesso em: 21 set. 2018

GONZÁLEZ, A. O’BRIEN, E. J; LI, Y.-Y.; CASHELL, K. The use of vehicle acceleration measurements to estimate road roughness. Vehicle system dynamics, v. 46, n. 6, p. 483-499, 2008.

HAAS, R. e HUDSON, W. R. Pavement Management System. McGraw-Hill. New York, NY, 1978.

HIRPAHUANCA, D. L. Determinación y comparación de la regularidad superficial del pavimento de la carretera Cusco-Urcos, usando teléfonos inteligentes y el rugosímetro de Merlin. 2016. 110 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Civil) –Universidad Andina del Cusco, Cusco, 2016.

KARAMIHAS, S. M.; SAYERS, M. W. The little book of profiling: basic information about measuring and interpreting road profiles. [S.l.: s.n.], 1998.

NAKAHARA, S. M. Estudo do Desempenho de Reforços de Pavimentos Asfálticos em Via Urbana sujeita a Tráfego Comercial Pesado. 2005. 312f Tese (Doutorado em Engenharia) – Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2005.

SAYERS, M. W.; GILLESPIE, T. D.; QUEIROZ, C. A. V. The international road roughness experiment: a basis for establishing a standard scale for road roughness measurements. Transportation Research Record, v. 1084, p. 76-85. 1986.

TOMIYAMA, K. KAWAMURA, A.; NAKAJIMA, S.; ISHIDA, T.; JOMOTO, M. A mobile profilometer for road surface monitoringby use of accelerometers. [S.l.: s. n.], 2012. Artigo apresentado no 7th Symposium on Pavement Surface Characteristics.

WANG, W.; GUO, F. RoadLab: revamping road conditionand road safety monitoring by crowdsourcing with smartphone app. [S.l.: s.n.], 2015. Artigo submetido para apresentação no Transportation Research Board 95th Annual Meeting, Washington, 2016.




DOI: https://doi.org/10.18256/2358-6508.2019.v6i2.3297

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Raimundo Igor Marques Duarte, Elisa da Silva Sousa, Francisco Heber Lacerda de Oliveira

Licença Creative Commons
Esta obra da Revista de Engenharia Civil IMED está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

ISSN 2358-6508

 Indexadores

DOAJ.jpg   logos_DOI_CrossRef_CrossChek.png 
SHERPA-RoMEO-long-logo.gif   
 
 latindex.jpg