A feasibility study on active solar space heating technology for office buildings in Greece

Letiane Benincá, Daniel Cóstola, Evangelos Kyrou

Resumo


Este artigo explora a viabilidade de utilizar coletores solares térmicos com capacidade de armazenamento e radiadores convencionais para aquecimento de edifícios de escritórios na Grécia. Um modelo dinâmico de simulação na ferramenta ESP-r é utilizado para analisar o desempenho do sistema de coleta solar integrado ao edifício para diferentes perfis de demanda em todas as zonas climáticas da Grécia. O impacto da capacidade do sistema de armazenamento, a área do coletor e o ângulo de inclinação são investigados quanto ao desempenho geral do sistema. Os escritórios na Grécia se enquadram em vários cenários de demanda anual, determinados pela orientação do edifício, a localização e a exposição ao ambiente externo. Finalmente, uma tentativa é feita para extrapolar as descobertas para todo o estoque de escritórios da Grécia. A partir desse ponto, utilizando o sistema de aquecimento de energia solar ativo proposto, a economia de energia térmica alcançaria 29% no total devido à cobertura solar.


Palavras-chave


Coletores solares. Aquecimento de escritórios. ESP-r.

Texto completo:

PDF (English) HTML (English)


DOI: https://doi.org/10.18256/2358-6508.2017.v4i2.2281

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Letiane Benincá, Daniel Cóstola, Evangelos Kyrou

Licença Creative Commons
Esta obra da Revista de Engenharia Civil IMED está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

ISSN 2358-6508

 Indexadores

 miar.png logos_DOI_CrossRef_CrossChek.png 
   SHERPA-RoMEO-long-logo.gif