Avaliação da aplicação da norma de desempenho: estudo de caso em cinco empreendimentos

Marcelo Fabiano Costella, Karline Carubim, Claudivana Sistherenn Pagliari, Nicolas Staine de Souza

Resumo


A Norma de Desempenho NBR 15575 (ABNT, 2013a) entrou em vigor em julho de 2013 e, atualmente, estão ficando prontas as primeiras obras que deveriam estar cumprindo esses requisitos. Então esse artigo tem com objetivo avaliar o desempenho de edificações habitacionais de Chapecó/SC através de um check list da norma de desempenho proposto por Carubim (2017). O check list foi aplicado em uma obra de cada empresa, totalizando cinco empresas, denominadas na pesquisa por A, B, C, D e E. A avaliação foi realizada por parte da norma atendida (1 a 6) e pelo desempenho da obra (A até E). Dentre as partes da norma atendidas, pode-se destacar positivamente a parte 2 de desempenho estrutural, a qual foi a mais atendida. Como destaque negativo, a parte 4 de sistemas de vedações verticais internas e externas apresentou somente 10% de atendimento devido à falta de laudos de estanqueidade e acústica e por falta de definição de durabilidade e manutenibilidade. Concluiu-se com a pesquisa que as obras analisadas não estão totalmente de acordo com a norma de desempenho, sendo que os projetistas, fornecedores e os próprios construtores devem adaptar seus serviços de modo a priorizar o desempenho mínimo ao usuário final da edificação.


Palavras-chave


Norma de desempenho. NBR 15575. Avaliação de desempenho.

Texto completo:

PDF HTML


DOI: https://doi.org/10.18256/2358-6508.2017.v4i2.2256

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Marcelo Fabiano Costella, Karline Carubim, Claudivana Sistherenn Pagliari, Nicolas Staine de Souza

Licença Creative Commons
Esta obra da Revista de Engenharia Civil IMED está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

ISSN 2358-6508

 Indexadores

DOAJ.jpg   logos_DOI_CrossRef_CrossChek.png 
SHERPA-RoMEO-long-logo.gif   
 
 miar.png