Influência do tempo máximo de mistura e transporte especificado pela ABNT NBR 7212:2012 na resistência a compressão de concretos usinados

Lucas da Silva Barboza, Eliseu Cunha Gonçalves, Tarcila Malena Souza dos Santos, Artur Lenz Sartorti

Resumo


A ABNT NBR 7212:2012, estipula o tempo máximo para a entrega e lançamento total do concreto em 150 minutos; porém, na prática por vários fatores como logística, congestionamento, problemas com caminhão, entre outros, o tempo limite é extrapolado. Geralmente, por falta de conhecimento técnico, adiciona-se água ao concreto como forma de alterar sua consistência dando a trabalhabilidade desejada, a fim de facilitar o lançamento e obter adequado acabamento do concreto. Este artigo tem como objetivo principal avaliar, em situação real, a variação da consistência do concreto e a percentagem de perda de sua resistência à compressão, no decorrer de um período de 6 horas após o início da hidratação do cimento Portland, ocasionado pela adição de água para correção da fluidez perdida. Os resultados, como esperados, mostram uma redução na trabalhabilidade do concreto com o passar do tempo, obtendo-se, já nas 2 primeiras horas de mistura, um abatimento médio de 105 mm, ou seja, 11,54% inferior ao abatimento médio encontrado no tempo T(0) de 118,7 mm. A correção do abatimento do concreto através da adição de água, no tempo T(6), resultou no aumento do fator água/cimento ocasionando perda de 57,47% de resistência à compressão, quando comparada com as amostras do tempo T(0), aos 28 dias. As soluções oferecidas para este problema são: instruir os funcionários relacionados à concretagem; melhora da logística e utilização de aditivos, garantindo a resistência à compressão prevista na dosagem do concreto.

Palavras-chave


Concreto Usinado. Resistência à compressão. Tempo de mistura. Dosagem do concreto.

Texto completo:

PDF HTML


DOI: https://doi.org/10.18256/2358-6508.2017.v4i2.2075

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista de Engenharia Civil IMED

Licença Creative Commons
Este obra de Revista de Engenharia Civil IMED está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

ISSN 2358-6508

 Indexadores

 miar.png logos_DOI_CrossRef_CrossChek.png 
   SHERPA-RoMEO-long-logo.gif