Biocimentação de compósitos cimentícios mediante adição de esporos de B. subtilis AP91

Nicole Schwantes-Cezario, Geovana Souza Ferreira Nogueira, Berenice Martins Toralles

Resumo


A durabilidade dos compósitos cimentícios está intimamente ligada à sua porosidade, sendo que quanto mais poroso um material é, mais susceptível ele está à ação de intempéries. Com o intuito de diminuir a porosidade nos materiais cimentícios, as bactérias do gênero Bacillus estão sendo utilizadas como agentes biocimentantes de autocicatrização a partir da precipitação de cristais de carbonato de cálcio (CaCO3). Estes cristais funcionam como um preenchimento de poros, evitando sua deterioração precoce e os protegendo não apenas dos desgastes sofridos pela água, mas também por outras substâncias prejudiciais. O presente trabalho teve como objetivo avaliar a biocimentação de quatro compósitos cimentícios de traço em massa de 1:1 (cimento: areia) e consistência de 260 ± 10 mm com diferentes incorporações, como: sílica ativa (SA), nanossílica dispersa em policarboxilato (NDP) e esporos de B. subtilis isolado no Brasil. Foram feitas análises de resistência à compressão, absorção de água, índice de vazios e Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV), afim de avaliar a biocimentação a partir da precipitação de CaCO3. Com os resultados destes ensaios verificou-se que a aplicação das bactérias nos compósitos foi eficiente, pois proporcionou um aumento de resistência à compressão, uma diminuição na absorção de água e no índice de vazios, quando comparados com a referência. Além disso, a precipitação de CaCO3 nos compósitos com adição de esporos bacterianos foi evidenciada por Microscopia Eletrônica de Varredura.

Palavras-chave


Biocimentação. compósitos cimentícios. B. subtilis; precipitação de carbonato de cálcio.

Texto completo:

PDF HTML


DOI: https://doi.org/10.18256/2358-6508.2017.v4i2.2072

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista de Engenharia Civil IMED

Licença Creative Commons
Esta obra da Revista de Engenharia Civil IMED está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

ISSN 2358-6508

 Indexadores

DOAJ.jpg   logos_DOI_CrossRef_CrossChek.png 
SHERPA-RoMEO-long-logo.gif   
 
 miar.png