Biocimentação de compósitos cimentícios mediante adição de esporos de B. subtilis AP91

Nicole Schwantes-Cezario, Geovana Souza Ferreira Nogueira, Berenice Martins Toralles

Resumo


A durabilidade dos compósitos cimentícios está intimamente ligada à sua porosidade, sendo que quanto mais poroso um material é, mais susceptível ele está à ação de intempéries. Com o intuito de diminuir a porosidade nos materiais cimentícios, as bactérias do gênero Bacillus estão sendo utilizadas como agentes biocimentantes de autocicatrização a partir da precipitação de cristais de carbonato de cálcio (CaCO3). Estes cristais funcionam como um preenchimento de poros, evitando sua deterioração precoce e os protegendo não apenas dos desgastes sofridos pela água, mas também por outras substâncias prejudiciais. O presente trabalho teve como objetivo avaliar a biocimentação de quatro compósitos cimentícios de traço em massa de 1:1 (cimento: areia) e consistência de 260 ± 10 mm com diferentes incorporações, como: sílica ativa (SA), nanossílica dispersa em policarboxilato (NDP) e esporos de B. subtilis isolado no Brasil. Foram feitas análises de resistência à compressão, absorção de água, índice de vazios e Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV), afim de avaliar a biocimentação a partir da precipitação de CaCO3. Com os resultados destes ensaios verificou-se que a aplicação das bactérias nos compósitos foi eficiente, pois proporcionou um aumento de resistência à compressão, uma diminuição na absorção de água e no índice de vazios, quando comparados com a referência. Além disso, a precipitação de CaCO3 nos compósitos com adição de esporos bacterianos foi evidenciada por Microscopia Eletrônica de Varredura.

Palavras-chave


Biocimentação. compósitos cimentícios. B. subtilis; precipitação de carbonato de cálcio.

Texto completo:

PDF HTML


DOI: https://doi.org/10.18256/2358-6508.2017.v4i2.2072

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista de Engenharia Civil IMED

Licença Creative Commons
Este obra de Revista de Engenharia Civil IMED está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

ISSN 2358-6508

 Indexadores

 miar.png logos_DOI_CrossRef_CrossChek.png 
   SHERPA-RoMEO-long-logo.gif