Percepção do usuário em relação à presença de manifestações patológicas em fachadas: estudo de caso

Mônica Navarini Kurz, Carina Farias Ferreira, Aretusa Oliveira Rodrigues, Vívian Michele Bandeira da Silva, Nírse Saffer Medvedovski, Charlei Marcelo Paliga, Ariela da Silva Torres

Resumo


No Brasil, é crescente o número de construções de habitações de interesse social que possuem como destino pessoas cuja renda impede ou dificulta o acesso à moradia. Este tipo de construção, porém, vem apresentando uma grande quantidade de manifestações patológicas. Devido a isto, este trabalho tem como objetivo avaliar estas manifestações e a percepção do usuário em relação às fachadas de um destes empreendimentos na cidade de Pelotas/RS. Para obtenção dos resultados, foram utilizadas duas metodologias de pesquisa de Avaliação Pós-Ocupação, o walkthrough, para identificação das manifestações patológicas, e a entrevista estruturada, para verificar a percepção do usuário e seu grau de satisfação. Na análise técnica foram observadas as manifestações patológicas das fachadas, sendo identificadas fissuras, umidade, sujidade e deterioração do revestimento. Já a entrevista estruturada teve como resultado que a maioria dos usuários sente-se incomodado com a presença das manifestações patológicas, sendo a mais observada por eles, a umidade presente nas fachadas e a pintura a que possui maior necessidade de manutenção.


Palavras-chave


Percepção do usuário; Manifestações patológicas; Fachadas

Texto completo:

PDF HTML

Referências


AZEVEDO, S. L.; GUERRA, F. L. Análise comparativa do levantamento das manifestações patológicas em conjuntos habitacionais para população de baixa renda. In: Semana Internacional de Investigación Facultad de Arquitectura y Urbanismo, 2008, Caracas-Venezuela. Semana Internacional de investigación. Caracas-Venezuela: Ediciones FAU UCV, 2008a. v. 01. p. 96-96.

BAIRD, G. et al. (Edit) Building Evaluation Techniques. New York: McGraw-Hill, 1995.

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL. PAR- Programa de Arrendamento Residencial. Disponível em: < http://www1.caixa.gov.br/gov/gov_social/municipal/programa_des_urbano/programas_habitacao/par/saiba_mais.asp >. Acesso em: 24 jan.2016.

CARRARO, C.L; DIAS, J.F. Diretrizes para prevenção de manifestações patológicas em Habitações de Interesse Social. Ambiente Construído, Porto Alegre, vol. 14, n. 2, Abril/Junho 2014.

CONCEIÇÃO, M. J. F. Avaliação Pós-Ocupação em conjuntos habitacionais de interesse social: o caso da vila da barca (Belém – PA). Dissertação de Mestrado. Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio ambiente urbano. Universidade da Amazônia. Belém, Pará. 2009.

COSTA, A.O. Patologia nas edificações do par, construídas com alvenaria estrutural na região metropolitana de Belo Horizonte. Dissertação de Mestrado. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil. Universidade Federal de Santa Catarina. 2010.

MARQUES, N; BORGES, R.; TIBIRIÇÁ, Antônio. Utilizando a APO para qualificar o processo de projeto e o ambiente construído. Juiz de Fora: ENTAC 2012.

ORNSTEIN, S. W; ROMERO, M. Avaliação Pós-ocupação (APO) do ambiente construído. (Colab. Marcelo Romero). São Paulo: Studio Nobel/EDUSP, 1992.

RHEIGANTZ, P.A.et al. Observando a qualidade do lugar: Procedimentos para avaliação pós-ocupação. Coleção PROARQ, FAU, UFRJ. Rio de Janeiro, 2009.

ROMÉRO, M.A.; ORNSTEIN, S.W. Avaliação Pós Ocupação: Métodos e Técnicas Aplicados a Habitação Social. Porto Alegre: ANTAC, 2003.

SEGAT, G.T. Manifestações patológicas observadas em revestimentos de argamassa: estudo de caso em conjunto habitacional popular na cidade de Caxias do Sul (RS). Dissertação de Mestrado Profissional. Curso de Mestrado Profissionalizante em Engenharia. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2005.

SOUZA, V. C. M. de; RIPPER, T. Patologia, recuperação e reforço de estruturas de concreto. São Paulo. Editora PINI, 1998.

TEIXEIRA, A. C. S.; BORGES, R. M.; FERRARI, G. A. Manifestações patológicas em edificações residenciais no município de Pinheiros –ES. Universo Tecnológico, vol. 02, n. 1, Nova Venécia, Jan/Dez. 2015.

WALDHELM, C. Manifestações patológicas em unidades habitacionais de baixo padrão do Jardim Colúmbia em Londrina –PR. Dissertação de Mestrado. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Edificações e Saneamento. Universidade Estadual de Londrina, Londrina, 2014.




DOI: https://doi.org/10.18256/2358-6508.2018.v5i1.1987

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Revista de Engenharia Civil IMED

Licença Creative Commons
Esta obra da Revista de Engenharia Civil IMED está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

ISSN 2358-6508

 Indexadores

DOAJ.jpg   logos_DOI_CrossRef_CrossChek.png 
SHERPA-RoMEO-long-logo.gif   
 
 miar.png