Monitoramento e avaliação de parâmetros físico-químicos e microbiológicos de uma estação de tratamento de efluentes com sistema de lodos ativados em uma agroindustria no meio oeste de Santa Catarina

Katia Macario da Rocha, Sabrina Pinto Salamoni, Rafael Hoppen dos Santos, Andrei Goldbach

Resumo


O efluente proveniente dos processos industriais, quando não tratado, pode gerar vários danos a natureza e comprometer a saúde da população. Assim, o presente estudo realizado na estação de tratamento de efluentes de uma Agroindústria do Meio Oeste de Santa Catarina, teve por objetivo: realizar o levantamento dos dados referentes aos parâmetros físico-químicos (DBO, DQO, pH, Nitrogênio Total, Fósforo Total, Sólidos Sedimentáveis e Sólidos Suspensos Totais) de dois pontos do processo, antes e após o tratamento biológico; avaliar a eficiência do tratamento e as características do floco biológico (diversidade e ocorrência) relacionando-a aos dados físico-químicos. A avaliação da eficiência da estação bem como a análise microscópica do lodo foi realizada no período de agosto a outubro do ano de 2015, contabilizando dez análises. Conforme dados físico-químicos os valores médios, saída do Flotador foram:DBO 259,75 mg.L-1; DQO 672,8 mg.L-1; pH 5,85; Nitrogênio Total 31,31 mg.L-1; Fósforo Total 9,05 mg.L-1; Sólidos Sedimentáveis 6,65 mg.L-1 e Sólidos Suspensos Totais 134,6 mg.L-1. E na saída Final foram de DBO 9,70 mg.L-1;DQO 29,50 mg.L-1; pH 7,22; Nitrogênio Total 7,06 mg.L-1; Fósforo Total 2,18 mg.L-1; os Sólidos Sedimentáveis <0,10 mg.L-1 e Sólidos Suspensos Totais 21,4 mg.L-1.A eficiência média geral dos parâmetros variou de 76,30% a 96,23%. Nas observações, verificou-se grande diversidade de microrganismos, comociliados livres (Euplotes, Aspidisca e Coleps),ciliados fixos (Vorticella, Epistylis e Vagnicola), flagelados (Peranema),amebas nuas, tecamebas (Arcella), além de micrometazoários como tardígrades e rotíferos. E através da relação realizada, foi possível avaliar as mudanças que ocorreram no processo.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18256/2358-6508/rec-imed.v3n1p25-36

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2016 Revista de Engenharia Civil IMED

Licença Creative Commons
Este obra de Revista de Engenharia Civil IMED está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

ISSN 2358-6508

 Indexadores

 miar.png logos_DOI_CrossRef_CrossChek.png 
   SHERPA-RoMEO-long-logo.gif