Estudo do caso Klayman v. Zuckerberg and facebook: da liberdade de expressão ao discurso do ódio/Study of the case klayman v. zuckerberg and facebook: from freedom of speech to hate speech

Rosane Leal da Silva, Rafaela Bolson Dalla Favera

Resumo


Este artigo expõe e analisa o caso Klayman v. Zuckerberg and Facebook para, a partir dele, discutir temas atuais e controversos relacionados à colisão de direitos decorrentes das interações no site de rede social Facebook. Para tanto, foi utilizado o método de abordagem indutivo, tendo em vista que a pesquisa partiu da narrativa desse caso específico para depois tratar de assuntos gerais como a liberdade de expressão, notadamente a religiosa, verificando quando seu exercício excessivo pode configurar discurso do ódio. Já o método de procedimento empregado foi o monográfico, utilizado para selecionar e analisar o primeiro caso de discurso do ódio propagado no site de rede social Facebook, nos Estados Unidos, país que prioriza a liberdade de expressão em face aos demais direitos. Ainda que solução do caso seja adequada ao sistema jurídico estadunidense ela se mostra apartada da moderna teoria sobre os direitos humanos, que não atribui caráter absoluto a um direito quando em colisão com os demais. Ademais, o excesso no exercício da liberdade de expressão religiosa, ao derivar para a propagação do ódio e da violência não parece adequada aos valores do respeito e da dignidade da humana, essenciais para a convivência pacífica na sociedade em rede.

 

Abstract

This paper exposes and analyzes the case Klayman v. Zuckerberg and Facebook for from it, discuss current and controversial issues related to the collision of rights arising from interactions on Facebook social networking site. Therefore, it was used the inductive approach method, given that the research came from the narrative of that particular case and then address general issues such as freedom of speech, notably religious, checking when excessive exercise can configure hate speech. The method of procedure employed was the monographic, used to select and analyze the first case of spread hate speech on Facebook social networking site, in the United States, which gives priority to freedom of speech in relation to other rights. Although if the solution is adequate to the American legal system, it shows apart from the modern theory of human rights, which does not give absolute character to the right when in collision with others. In addition, the excessive freedom of religious expression, to drift into the spread of hatred and violence does not seem adequate to the values of respect and dignity of the human, essential for peaceful coexistence in the network society.

 

Keywords

Human dignity; Hate speech; Klayman v. Zuckerberg and Facebook; Freedom of speech; Religion.


Palavras-chave


Dignidade da pessoa humana; Discurso do ódio; Klayman v. Zuckerberg and Facebook; Liberdade de expressão; Religião.

Texto completo:

PDF HTML

Referências


BARROSO, Luís Roberto. Liberdade de expressão versus direitos da personalidade: colisão de direitos fundamentais e critérios de ponderação. In: SARLET, Ingo Wolfgang (org). Direitos fundamentais, informática e comunicação: algumas aproximações. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2007.

BINICHESKI, Paulo Roberto. Responsabilidade civil dos provedores de internet: direito comparado e perspectivas de regulamentação do direito brasileiro. Curitiba: Juruá, 2011.

BRASIL. Comitê Gestor da Internet no Brasil. TIC domicílios e empresas 2013: pesquisa sobre o uso das tecnologias da informação e comunicação no Brasil. São Paulo, 2014. Disponível em: . Acesso em: 02 jul. 2015.

BRASIL. Constituição Federal de 1988. Vade Mecum Saraiva: OAB e concursos. 4. ed. São Paulo: Saraiva, 2014.

BRASIL. Declaração universal dos direitos humanos de 1948. UNIC/Rio, Janeiro de 2009. Disponível em: . Acesso em: 03 jul. 2015.

BRUGGER, Winfried. Proibição ou tutela do discurso do ódio? Uma controvérsia entre a Alemanha e os EUA. In: SARLET, Ingo Wolfgang (org). Direitos fundamentais, informática e comunicação: algumas aproximações. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2007.

CANOTILHO, J. J. Gomes. Direito constitucional e teoria da constituição. 7. ed. Edições Almedina, 2003.

CASTELLS, Manuel. A galáxia da internet: reflexões sobre internet, negócios e sociedade. 2. ed. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2007

CASTELLS, Manuel. O poder da comunicação. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2013.

CASTRO JUNIOR, Osvaldo Agripino de. Teoria e prática do direito comparado e desenvolvimento: Estados Unidos X Brasil. Florianópolis: Fundação Boiteux, UNIGRANRIO, IBRADD, 2002.

COSTA, Maria Emília Corrêa da. Apontamentos sobre a liberdade religiosa e a formação do estado laico. In: LOREA, Roberto Arriada (org). Em defesa das liberdades laicas. Porto Alegre: Livraria do Advogado Editora, 2008.

FACEBOOK. Termos e Políticas do Facebook: tudo o que você precisa saber em um só lugar. 2015. Disponível em: . Acesso em: 02 jul. 2015.

FREITAS, Luiz Fernando Calil de. Direitos fundamentais: limites e restrições. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2007.

FREITAS, Riva Sobrado de; CASTRO, Matheus Felipe de. Liberdade de expressão e discurso do ódio: um exame sobre as possíveis limitações à liberdade de expressão. Seqüência, Florianópolis, n.66, p.327-355, jul. 2013. Disponível em: . Acesso em: 18 jul. 2015.

GÓES, Joaci. Anatomia do ódio: na família, no trabalho, na sociedade. Rio de Janeiro: Topbooks Editora e Distribuidora de Livros LTDA., 2004.

KIRKPATRICK, David. O efeito Facebook: os bastidores da história da empresa que conecta o mundo. Livro digital. Rio de Janeiro: Intrínseca, 2011.

MANEKSHAW, Cyrus Sarosh Jan. Liability of ISPs: immunity from liability under the Digital Millenium Copyright Act and the Communications Decency Act. SMU Computer Law Review and Technology Journal. USA, 2005. Disponível em: . Acesso em: 08 mai. 2014

MARSHALL, Paul. Perseguição religiosa no mundo. In: Caderno Adenauer V (2004), nº 4. Liberdade religiosa em questão. Rio de Janeiro: Fundação Konrad Adenauer, fevereiro 2005.

MEYER-PFLUG, Samantha Ribeiro. Liberdade de expressão e discurso do ódio. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 2009.

RECUERO, Raquel. Redes sociais na internet. 2. ed. Porto Alegre: Sulina, 2011.

SARLET, Ingo Wolfgang. Dignidade (da pessoa) humana e direitos fundamentais na Constituição Federal de 1988. 10. ed. Porto Alegre: Livraria do Advogado Editora, 2015.

SARMENTO, Daniel. A liberdade de expressão e o problema do “hate speech”. Disponível em: . Acesso em: 21 jul. 2015.

SÈROUSSI, Ronald. Introdução ao direito inglês e norte americano. São Paulo: Landy, 2001

SILVA, José Barbosa da. A invasão israelense a Gaza em editoriais brasileiros e estadunidenses: uma análise crítica do discurso. 2010. 247p. Dissertação (Mestrado em Letras), Universidade Federal do Piauí, Teresina, 2010.

SOARES, Guido Fernando Silva. Common law: introdução ao direito nos EUA. 2. ed. São Paulo: Revista dos tribunais, 2000.

SORIANO, Aldir Guedes. Liberdade religiosa no direito constitucional e internacional. São Paulo: Editora Juarez de Oliveira, 2002.

STATISTA. Leading social networks worldwide as of March 2015, ranked by number of active users (in millions), 2015. Disponível em: . Acesso em: 02 jul. 2015.

UNITED STATES OF AMERICA. Communications Decency Act of 1996. In Telecommunications Act of 1996. Disponível em: . Acesso em: 04 ago. 2014.

UNITED STATES OF AMERICA. United States Court of Appeals for the District of Columbia Circuit. Larry Elliott Klayman, appellant v. Mark Zuckerberg and Facebook, INC., appellees. Decided June, 13, 2014. Dispinível em: . Acesso em: 02 jul. 2015.

UNITED STATES OF AMERICA. Library of Congress. How to locate free case law on the internet, 2013. Disponível em: . Acesso em: 11 out. 2014.

VAZ, Caroline. Funções da responsabilidade civil: da reparação à punição e dissuasão: os punitive damages no direito comparado e brasileiro. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2009.

VISENTINI, Paulo. O grande oriente médio: da descolonização à primavera árabe. Rio de Janeiro: Elsevier, 2014.




DOI: http://dx.doi.org/10.18256/2238-0604/revistadedireito.v13n2p273-293

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




ISSN 2238-0604

Licença Creative Commons
Revista Brasileira de Direito está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Indexadores

    
Periódicos CAPES  googlelogo_scholar.png
DOAJ.jpg
  
Diadorim.jpg
 
 dialnet.png
latindex.jpg
 
 logos_DOI_CrossRef_CrossChek.png

 
circ.png
 
 miar.png

logo_base.gif
 
 
 logos_DOI_CrossRef_CrossChek.png
 
CiteFactor2.png
  
Scilit logo