A argumentação jurídica e a fundamentação das decisões proferidas no âmbito dos juizados especiais

João Batista Lazzari

Resumo


Este estudo faz uma breve abordagem da teoria da Argumentação Jurídica, com base na doutrina de Manoel Atienza, delimitando os casos em três categorias: fáceis, difíceis e trágicos. Demonstra que nos Juizados Especiais tramitam causas fáceis (de menor complexidade) e causas de difícil solução (embora de baixo valor monetário). A solução de casos fáceis pelos Juizados Especiais encontra compatibilidade com os seus princípios norteadores e gera maior celeridade. Nos casos difíceis as questões suscitadas pelas partes merecem resposta pontual, devendo ser afastada a técnica da confirmação da sentença pelos próprios fundamentos, pois não é cabível remissão a uma fundamentação precária e que não contempla os temas em discussão. O legislador deu ao juiz que atua nos Juizados Especiais instrumentos legais apropriados para proferir a melhor decisão, no sentido de ser a mais justa possível na solução dos casos.

Texto completo:

PDF

Referências


ALEXY, Robert. Teoria dos direitos fundamentais. Trad. Virgílio Afonso da Silva. 2 ed. São Paulo: Malheiros, 2011.

ATIENZA, Manuel. As Razões do Direito: Teorias da Argumentação Jurídica. Trad. Maria Cristina Guimarães Cupertino. São Paulo: Landy, 2002, p. 18-19. Título original: Las Razones Del Derecho: Teorias de La Argumentação Jurídica.

ATIENZA, Manuel. El Derecho como argumentación. 3 ed. Barcelona: Ariel Derecho. 2012.

BOCHENEK, Antônio César. Competência Cível da Justiça Federal e dos Juizados Especiais Cíveis. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2004, p. 181.

BRASIL. Conselho da Justiça Federal. Acesso à Justiça Federal: dez anos de juizados especiais. Conselho da Justiça Federal, Centro de Estudos Judiciários, Instituto de Planejamento Econômico e Social. Brasília: CJF, 2012 (Série Pesquisas do CEJ; 14).

BRASIL. Lei n. 9.099, de 26 de setembro de 1995. Dispõe sobre os Juizados Especiais Cíveis e Criminais e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em: 17 nov. 2012.

BRASIL. Lei n. 10.259, de 12 de julho de 2001. Dispõe sobre a instituição dos Juizados Especiais Cíveis e Criminais no âmbito da Justiça Federal. Disponível em: . Acesso em: 17 nov. 2012.

BRASIL. Lei n. 12.153, de 22 de dezembro de 2009. Dispõe sobre os Juizados Especiais da Fazenda Pública no âmbito dos Estados, do Distrito Federal, dos Territórios e dos Municípios. Disponível em: . Acesso em: 08 ago. 2013.

CADEMARTORI, Luiz Henrique; ROSETO, Danielle Cristina. A Teoria da Argumentação como fundamento para Política Jurídica na busca da legitimidade do Direito. In: CADEMARTORI, Daniela Mesquita Leutchuk; GARCIA, Marcos Leite (organizadores). Reflexões sobre Política e Direito: homenagem aos professores Osvaldo Ferreira de Melo e Cesar Luiz Pasold. Florianópolis: Conceito Editorial. 2008, p. 254-255.

CHIMENTI, Ricardo Cunha. Teoria e prática dos juizados especiais cíveis estaduais e federais. 13 ed. São Paulo: Saraiva, 2012.

CINTRA, Antonio Carlos de Araújo; GRINOVER, Ada Pellegrini; DINAMARCO, Cândido Rangel. Teoria Geral do Processo. 28 ed. São Paulo: Malheiros Editores, 2012.

COSTA, José Ricardo Caetano. Mantenho as injustiças por seus próprios fundamentos…?” Uma reflexão (necessária) sobre as decisões não motivadas das turmas recursais do Rio Grande do Sul. In Revista Juris plenum trabalhista e previdenciária. Caxias do Sul: Editora Plenum. v. 33, p. 15-35, 2010.

MARINONI, Luiz Guilherme. Curso de Processo Civil V. 1: Teoria Geral do Processo. 3 ed. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2009.

MOREIRA, Eduardo Ribeiro. Argumentação Jurídica e a solução dos casos trágicos. In: Cadernos da EMARF, Fenomenologia e Direito. Rio de Janeiro, v. 2, n. 2, p. 1-196, out. 2009/mar. 2010.

SAVARIS, José Antônio. Uma teoria da decisão judicial da previdência social: contributo para a superação da prática utilitarista. Florianópolis: Conceito Editorial, 2011.

SAVARIS, José Antônio; XAVIER, Flávia da Silva. Manual dos Recursos nos Juizados Especiais Federais. 3 ed. Curitiba: Juruá, 2012.

SERAU JR. Marco Aurélio; DONOSO, Denis (coords.). Os Juizados Especiais Federais e a Retórica do Acesso à Justiça. In Juizados Especiais Federais: reflexões nos dez anos de sua instalação. Curitiba: Juruá, 2012.




DOI: https://doi.org/10.18256/2238-0604/revistadedireito.v9n2p165-183

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




ISSN 2238-0604

Licença Creative Commons
Revista Brasileira de Direito está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Indexadores

    
Periódicos CAPES  googlelogo_scholar.png
DOAJ.jpg
  
Diadorim.jpg
 
 dialnet.png
latindex.jpg
 
 logos_DOI_CrossRef_CrossChek.png

 
circ.png
 
 miar.png

logo_base.gif
 
 
 logos_DOI_CrossRef_CrossChek.png
 
CiteFactor2.png
  
Scilit logo