Método jurídico e interpretação do direito: reflexões programáticas sobre a concretização dos direitos coletivos

Rafael Tomaz de Oliveira

Resumo


As presentes reflexões se pretendem como um programa para elaboração um quadro temático apto a pensar o problema da concretização dos direitos, em especial os coletivos. Nesse aspecto, os problemas que gravitam em torno do método jurídico e da interpretação do direito ocupam lugar privilegiado. Para levar a cabo o objetivo traçado, procurou-se, em um primeiro momento, precisar os conceitos de método e metodologia no contexto da discussão. Posteriormente, passou-se a reconstruir o desenvolvimento do debate a respeito do método jurídico no contexto do pensamento jurídico alemão, tendo como elemento nuclear a chamada ciência dogmática do direito. Por fim, tratou-se de alguns pontos importantes que se referem à relação do Tribunal Constitucional Federal alemão (Bundesverfassunsgericht) com a Jurisprudência dos Valores e a recepção – equivocada – desse debate pela doutrina e pela jurisprudência brasileiras.

Texto completo:

PDF

Referências


ACKERMAN, Bruce. La nueva división de poderes. Cidade do México: Fondo de Cultura Económica, 2011, Kinde Edition.

ALEXY, Robert. Teoria dos Direitos Fundamentais. São Paulo: Malheiros, 2008.

BARROSO, Luis Roberto; BARCELLOS, Ana Paula de. O começo da História: a Nova Interpretação Constitucional e o papel dos Princípios no Direito Brasileiro. In: Virgílio Afonso da SILVA (org.). Interpretação Constitucional. São Paulo: Malheiros, 2005.

CAENEGEM, R. C. Van. Judges, Legislators & Professors. Chapters. In: European Legal History. Cambridge: Cambridge University Press, 2002.

CAENEGEM, R. C. Van. European Law in the Past and the Future. Cambridge: Cambridge University Press, 2002.

CASTANHEIRA NEVES, Antônio. Metodologia Jurídica: Problemas Fundamentais. Coimbra: Universidade de Coimbra, 1993.

DILTHEY, Wilhelm, Introdução às Ciências Humanas. Tradução de Marco Antônio Casanova. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2010.

ESSER, Josef. Principio y Norma en la Elaboración Jurisprudencial del Derecho Privado. Barcelona: Bosch, 1961.

GADAMER, Hans Georg. Hermenêutica em Retrospectiva. Vol. II, Rio de Janeiro: Vozes, 2007.

HEIDEGGER, Martin. Os Conceitos Fundamentais da Metafísica: Mundo – Finitude – Solidão. Tradução de Marco Antônio Casanova. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2003.

HESSE, Konrad. A Força Normativa da Constituição. Trad. Gilmar Ferreira Mendes. Porto Alegre: Safe, 1991.

IHERING, Rudolf von. A Finalidade do Direito. Tomo I. Campinas: Bookseller, 2002.

JESTAEDT, Mathias. El positivismo jurídico aplicado al Tribunal Constitucional Alemán. El poder del guardián y la impotencia del señor de la Constitución. In: La ponderación en el Derecho. Eduardo MONTEALEGRE (org.). Bogotá: Universidade Externado, 2008.

LAMEGO, José. Hermenêutica e Jurisprudência. Análise de uma “recepção”. Lisboa: Fragmentos, 1990.

LARENZ, Karl. Metodologia da Ciência do Direito. 3 ed. Lisboa: Calouste Gulbenkian, 2005.

LÓPEZ, Frederico Fernándz-Crehuet. La perspectiva del sistema en la obra y vida de Friedrich Carl von Savigny. Granada: Editorial Comares, 2008.

LOSANO, Mario. Sistema e Estrutura no Direito. Vol. 1 e 2. São Paulo: Martins Fontes, 2010.

PONTES DE MIRANDA, Francisco Cavalcanti. Sistema de Ciência Positiva do Direito. 4 tomos. Campinas: Bookseller, 2000.

RAPP, Friedrich. Método. In: Hermann Krings, Hans Michael Baumgarten e Christoph Wild. Conceptos Fundamentales de Filosofia. Tomo II. Barcelona: Herder, 1978.

SARTORI, Giovanni. Ingeniería Constitutional Comparada. Cidade do México: Fondo de Cultura Economica, 2011, Kindle Edition.

STEIN, Ernildo, A Questão do Método na Filosofia. 3. ed., Porto Alegre: Movimento, 1983.

STRECK, Lenio Luiz. Verdade e Consenso. 4 ed. São Paulo: Saraiva, 2011.

STRECK, Lenio Luiz. O que é Isto – Decido conforme minha Consciência? 2 ed. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2011.

STRECK, Lenio Luiz. Jurisdição Constitucional e Hermenêutica. Uma Nova Crítica do Direito. 2. ed. Rio de Janeiro: Forense, 2004.

TOMAZ DE OLIVEIRA, Rafael; ABBOUD, Georges; CARNIO, Henrique Garbelini. Introdução à Teoria e à Filosofia do Direito. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2013.




DOI: https://doi.org/10.18256/2238-0604/revistadedireito.v9n2p90-129

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




ISSN 2238-0604

Licença Creative Commons
Revista Brasileira de Direito está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Indexadores

    
Periódicos CAPES  googlelogo_scholar.png
DOAJ.jpg
  
Diadorim.jpg
 
 dialnet.png
latindex.jpg
 
 logos_DOI_CrossRef_CrossChek.png

 
circ.png
 
 miar.png

logo_base.gif
 
 
 logos_DOI_CrossRef_CrossChek.png
 
CiteFactor2.png
  
Scilit logo