The Understanding and Construction of Competences in the Teaching Action of the Law from the Complexity and the Transdisciplinarity

Hadassah Laís de Sousa Santana, Idalberto José das Neves Júnior, Liziane Angelotti Meira, Cristina Costa_Lobo

Resumo


The purpose of this paper is to analyze contents of some reports from a group of professors, which  allows us to think on the formation of the Law professor, under the ideas of complexity and transdisciplinary. The research problem identifies the constituent poles of the teaching activity that bring the complexity underlying the forming action. It addresses the issue of inequality and development, given the different dimensions of opportunity reflected in the development of a society based on a rule of Law. It addresses the development and the involvement of the research activity focused on a reflexive practice, based on the transdisciplinary epistemology and the subsequent transformation of the subjects of the discussion group

Palavras-chave


Competencies. Teaching-learning. Educational Practice. Content Analysis.

Referências


AGUIAR, R.A.R de. Habilidades: ensino jurídico e contemporaneidade. Rio de Janeiro: DP&A, 2004.

ALMEIDA, Frederico. Do profissional-docente ao docente profissional: a valoração simbólica dos títulos acadêmicos e da experiência docente no campo jurídico brasileiro In: CARVALHO, Evandro de Menezes et al (org) As representações do professor de Direito. Curitiba – PR. CRV. 2012. 205 p.

ALVES NETO, Francisco Raimundo. Diretrizes curriculares nacionais e o currículo do curso de direito da UFAC: compreensão da experiência vivenciada por docentes e discentes. Tese - UFMG/FaE, 2011.

ASSMANN, Hugo. Metáforas novas para reencontrar a educação. São Paulo, Unimep, 1998.

BARDIN, Laurence Análise de Conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

BEHRENS, Marilda A. (Org.). Docência universitária na sociedade. Curitiba: Champagnat, 2003.

BEHRENS, Marilda A. O paradigma emergente e a prática pedagógica. Petrópolis: Vozes, 2005

BIREAUD, Annie. Os Métodos Pedagógicos no Ensino Superior. Porto. Porto Editora. 1995.

CAPRA, Fritjof. O ponto de mutação. São Paulo: Cultrix, 1982.

DILTHEY, Wilhem. Introdução às ciências humanas: tentativa de uma fundamentação para o estudo da sociedade e da história. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2010.

DUTRA, Luiz Henrique de A. Verdade e investigação: O problema da verdade na teoria do conhecimento São Paulo: Editora Pedagógica e Universitária, 2001.

GADAMER, Hans-Georg. Verdade e Método II: complementos e índice. Petrópolis (RJ): Vozes, 2002.

IOCHOHAMA, Celso Hiroshi. O ensino do Direito e a separação dos eixos teórico e prático: interrelações entre aprendizagem e ação docente. Tese do Programa de Doutorado em Educação. Universidade de São Paulo. São Paulo, 2011.

KASSAI, Silvia. Utilização da análise por envoltória de dados (DEA) na análise de demonstrações contábeis. 2002. 318 f. Tese (Doutorado) – Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2002.

KUHN, Thomas. A estrutura das revoluções científicas. 16. ed. São Paulo: Perspectiva, 2001.

MANZINI, Eduardo José. Entrevista semi-estruturada: ANÁLISE DE OBJETIVOS E DE ROTEIROS - Departamento de Educação Especial, Programa de Pós Graduação em Educação, Unesp, Marília Apoio: CNPq. 2003.

MORAES, Maria Cândida. Complexidade e currículo: por uma nova relação. Polis, Revista de la Universidad Bolivariana, Volumen 9, Nº 25, 2010. p. 289-311. P.

MORAES, Maria Cândida. Ecologia dos Saberes – Complexidade, Transdisciplinaridade e Educação. São Paulo: Antakarana/WHH – Willis Harman House, 2008.

MORAES, Maria Cândida Pensamento eco-sistêmico: educação, aprendizagem e cidadania no século XXI. Petrópolis: Vozes, 2004.

MORAES, Maria Cândida. O paradigma educacional emergente. Campinas: Papirus, 1997.

MORIN, Edgar. Educação e complexidade: os sete saberes e outros ensaios. São Paulo: Cortez, 2003.

MORIN, Edgar. Os sete saberes necessários à educação do futuro. São Paulo: Perspectiva, 2000.

NICOLESCU, Basarab. La transdisciplinarité: manifeste. Monaco: Rocher, 1996.

PINEAU, Gaston. Recherches transdisciplinaires et Université. In: PAUL, P; PINEAU, G.(Org.) Transdisciplinarité et formation. Paris: L'Harmattan, 2005.

SANTOS, Boaventura de Sousa. Um discurso sobre as ciências na transição para uma ciência pós-moderna. Estudos Avançados, São Paulo, v. 2, n. 2, p. 46-71, 1988. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40141988000200007, acesso em: 8 de maio. 2017.

TRIVIÑOS, Augusto Nibaldo Silva. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 1987.

MORAES, Maria Cândida. Complexity and curriculum: for a new relationship. Polis, Revista de la Universidad Bolivariana, Volumen 9, Nº 25, 2010. p. 289-311. P.

MORAES, Maria Cândida. Ecology of Knowledge - Complexity, Transdisciplinarity and Education. São Paulo: Antakarana/WHH - Willis Harman House, 2008.

MORAES, Maria Cândida Eco-systemic thinking: education, learning and citizenship in the 21st century. Petrópolis: Voices, 2004.

MORAES, Maria Cândida. The emerging educational paradigm. Campinas: Papirus, 1997.

MORIN, Edgar. Education and complexity: the seven knowledges and other essays. São Paulo: Cortez, 2003.

MORIN, Edgar. The seven knowledges necessary for the education of the future. São Paulo: Perspective, 2000.

NICOLESCU, Basarab. La transdisciplinarité: manifeste. Monaco: Rocher, 1996. PINEAU, Gaston. Transdisciplinary Research and University. In: PAUL, P; PINEAU,

G. (Org.) Transdisciplinarity and training. Paris: L'Harmattan, 2005.

SANTOS, Boaventura de Sousa. A discourse on the sciences in the transition to a post- modern science. Estudos Avançados, São Paulo, v. 2, n. 2, p. 46-71, 1988. Available at: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40141988000200007, access on: May 8. 2017.

TRIVIÑOS, Augusto Nibaldo Silva. Introduction to research in social sciences: qualitative research in education. São Paulo: Atlas, 1987.




DOI: https://doi.org/10.18256/2238-0604.2020.v16i3.4419

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




ISSN 2238-0604

Licença Creative Commons
Revista Brasileira de Direito está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Indexadores

    
Periódicos CAPES  googlelogo_scholar.png
DOAJ.jpg
  
Diadorim.jpg
 
 dialnet.png
latindex.jpg
 
 logos_DOI_CrossRef_CrossChek.png

 
circ.png
 
 miar.png

logo_base.gif
 
 
 logos_DOI_CrossRef_CrossChek.png
 
CiteFactor2.png
  
Scilit logo
 erihplus.png