A cultura das mídias sociais e os limites morais do mercado

Nilton Cesar Flores, Tiago Martinez

Resumo


A expansão da internet nas últimas décadas veio acompanhada de uma vasta gama de discussões éticas. Na cultura das mídias sociais, a compra e venda de amigos, seguidores, curtidas e visualizações, se tornou frequente. A questão que surge é se esses bens, ações e comportamentos podem ou não ser comprados, assim como quais as consequências desse mercado, o seu funcionamento e o que ele retrata. Objetiva-se com essa investigação, apontar que o mercado só pode adquirir a aparência desses bens e que a internet, ao se tornar um lugar de aparências, perde em credibilidade e ganha em desconfiança. Através de uma metodologia baseada em pesquisa bibliográfica, assim como em sites da internet e em levantamento de dados estatísticos, conclui-se que esse mercado é imoral e prejudicial ao ambiente virtual e à vida social.


Palavras-chave


Ética; Mídias sociais; Sociedade em rede; Sociedade do espetáculo; Limites morais do mercado

Texto completo:

PDF

Referências


ARISTÓTELES. Ética a Nicômaco. Tradução: Luciano Ferreira de Souza. São Paulo: Martin Claret, 2015.

CASTELLS, Manuel. A sociedade em rede. 17ªed. Tradução: Roneide Venancio Majer. São Paulo: Paz e Terra, 2016.

DEBORD, Guy. A sociedade do espetáculo. Tradução: Estela dos Santos Abreu. Rio de Janeiro: Contraponto, 1997.

EDELMAN. 2019 EDELMAN Trust Barometer: Global Report. Disponível em: https://www.edelman.com/sites. Acesso em: 12 de mai. 2019.

FORBES. Highest-Paid YouTube Stars 2018: Markiplier, Jake Paul, PewDiePie And More. Disponível em: https://www.forbes.com . Acesso em: 2 de mai. 2019.

HOOTSUITE. Top 5 Social Media Trends in 2019. Disponível em: https://blog.hootsuite.com/social-media-trends/. Acesso em: 12 de mai. 2019.

JORNAL EL PAÍS. O mercado global das curtidas falsas. Disponível em: https://brasil.elpais.com/brasil/. Acesso em: 12 de mai.2019.

MCLUHAN, Marshall. Os meios de comunicação como extensões do homem. 4ª ed. São Paulo: Cultrix, 1974.

MEIO & MENSAGEM. Twitter cresce receita e usuários “monetizáveis”. Disponível em: https://www.meioemensagem.com.br . Acesso em: 30 de abr. 2019.

MOROZOV, Evgeny. Big Tech: a ascensão dos dados e a morte da política. Tradução: Claudio Marcondes. São Paulo: Ubu Editora, 2018.

OLHAR DIGITAL. Facebook processa vendedores de curtidas e seguidores falsos. Disponível em: https://olhardigital.com.br. Acesso em: 14 de mai. 2019.

REVISTA EXAME. Instagram superou 1 bilhão de usuários ativos. Disponível em: https://exame.abril.com.br. Acesso em: 30 de abr. 2019.

REVISTA EXAME. Fim das curtidas no Instagram? Não é bem assim. Disponível em: https://exame.abril.com.br. Acesso em: 14 de mai. 2019.

REVISTA GALILEU. O que foi a Marcha do Sal, protesto liderado por Mahatma Gandhi. Disponível em: https://revistagalileu.globo.com. Acesso em: 10 de mai. 2019.

REVISTA SUPERINTERESSANTE. Quanto o YouTube paga por pageview?. Disponível em: https://super.abril.com.br. Acesso em: 2 de mai. 2019.

REVISTA VEJA. O racismo sem floreios de ‘Selma – Uma Luta pela Igualdade’. Disponível em: https://veja.abril.com.br. Acesso em: 10 de mai. 2019.

REVISTA VEJA. Compra de seguidores cria ‘celebridades’ nas redes sociais. Disponível em: https://veja.abril.com.br. Acesso em: 12 de mai.2019.

SANDEL, Michael J. O que o dinheiro não compra: os limites morais do mercado. 10ª ed. Tradução: Clóvis Marques. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2018.

UOL NOTÍCIAS. Muita coisa nova! Veja o que vai mudar no WhatsApp, Facebook e Instagram. Disponível em: https://noticias.uol.com.br/tecnologia/ . Acesso em: 2 de mai. 2019.

VALOR ECONÔMICO. Lucro do Facebook atinge US$6,9 bi no trimestre, alta de 61%. Disponível em: https://www.valor.com.br/. Acesso em: 30 de abr. 2019.

TECHTUDO. O que é bot? Conheça os robôs que estão ‘dominando’ a Internet. Disponível em: https://www.techtudo.com.br/noticias. Acesso em: 12 de mai. 2019.

TECMUNDO. Agora é ilegal vender curtidas e seguidores em redes sociais. Disponível em: https://www.tecmundo.com.br. Acesso em: 14 de mai. 2019

THE NEW YORK TIMES. The Follower Factory. Disponível em: https://www.nytimes.com. Acesso em: 12 de mai. 2019.

THE WALL STREET JOURNAL. YouTube: 1 Billion Viewers, No Profit. Disponível em: https://www.wsj.com/articles/. Acesso em: 30 de abr. 2019.

THE WASHINGTON POST. Twitter is sweeping out fake accounts like never before, putting user growth at risk. Disponível em: https://www.washingtonpost.com/. Acesso em: 14 de mai. 2019.

WE ARE SOCIAL & HOOTSUITE. Digital in 2019. Disponível em: https://wearesocial.com/global-digital-report-2019. Acesso em: 30 de abr. 2019.

YOUTUBE. YouTube para a imprensa. Disponível em: https://www.youtube.com/intl/pt-BR/yt/about/press/. Acesso em: 30 de abr. 2019.




DOI: https://doi.org/10.18256/2238-0604.2019.v15i2.3474

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




ISSN 2238-0604

Licença Creative Commons
Revista Brasileira de Direito está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Indexadores

    
Periódicos CAPES  googlelogo_scholar.png
DOAJ.jpg
  
Diadorim.jpg
 
 dialnet.png
latindex.jpg
 
 logos_DOI_CrossRef_CrossChek.png

 
circ.png
 
 miar.png

logo_base.gif
 
 
 logos_DOI_CrossRef_CrossChek.png
 
CiteFactor2.png
  
Scilit logo
 erihplus.png