Análise da argumentação jurídica em decisão judicial: desenvolvimento e aplicação de modelo analítico-sintético / Analysis of the theory of juridical argumentation in judicial decision: development and application of analytical-synthetic model

Fabiano Hatmann Peixoto

Resumo


RESUMO

A temática da justificação e da correção das decisões judiciais colocou um interesse ainda maior na compreensão das conexões entre decidir e argumentar. O presente estudo parte da relevância da proposta teórica de Robert Alexy para a argumentação jurídica. O primeiro passo foi construir um modelo apto a permitir uma abordagem analítica de um conjunto (unitário ou múltiplo) de decisões. A partir desta concepção analítica stardart é que se destacará a operabilidade de mecanismos avaliativos da estrutura argumentativa. Buscando estruturar um raciocínio pelo método dedutivo, ele tem como objetivo a explicação da construção de um modelo tabular analítico sintético que permita posteriormente a realização da avaliação da compatibilidade e qualidade argumentativa.

Palavras-chaves: Argumentação Jurídica. Racionalidade. Modelo de Análise. Robert Alexy.

 

ABSTRACT

The theme of justification and correction of judicial decisions placed an even greater interest in understanding the connections between deciding and arguing. The present study arises from the relevance of the Robert Alexy's theoretical proposal for the juridical argumentation. The first step was to construct a model capable of allowing an analytical approach to a set (unitary or multiple) of decisions. From this standard analytic conception, it will be highlighted the operability of evaluative mechanisms of the argumentative structure. Seeking to structure a reasoning by the deductive method, it aims to explain the construction of a synthetic analytical tabular model that allows later the accomplishment of the evaluation of the compatibility and argumentative quality.

Keywords:   Juridical Argumentation.  Rationale. Analysis model.  Robert Alexy.


Palavras-chave


Argumentação Jurídica. Racionalidade. Modelo de Análise. Robert Alexy.

Texto completo:

PDF HTML

Referências


AGUILÓ, Josep. Sobre Derecho y Argumentación. In: AGUILO, Josep. Sobre Derecho y Argumentación. Palma (Mallorca): Lleonard Muntaner, 2008.

ALEXY, Robert. Teoria de La argumentación jurídica. Tradução de Manuel Atienza e Isabel Espejo. 2. ed. Madrid: Centro de Estudos Políticos y Constitucionales, 2007.

ALEXY, Robert. Teoria dos Direitos Fundamentais. Tradução de Virgílio Afonso da Silva. 5. ed. alemã, São Paulo: Malheiros, 2008.

ALEXY, Robert. Teoria dos Direitos Fundamentais. Tradução de Virgílio Afonso da Silva. 5 ed. alemã, 2. ed. brasileira, São Paulo: Malheiros, 2015.

ALEXY, Robert. Sistema jurídico, princípios y razón práctica. Tradução de Manuel Atienza. DOXA 5. 1988.

ALEXY, Robert. Constitutional Rights and Proportionality. Revus [Online], 22 - 2014, Online since 25 June 2014, connection on 08 July 2014. Disponível em: http://revus.revues.org/2783 ; DOI : 10.4000/revus.2783. Acesso em: 12/02/2015.

ALEXY, Robert. The argument from Injustice. A reply to Legal Positivism. Translated by Bonnie Litschewski Pauson and Stanley L. Paulson. Oxford. : Oxford University Press, 2010.

ALEXY, Robert. Conceito e Validade do Direito. Tradução Gercélia Batista de Oliveira Mendes. São Paulo: Martins Fontes, 2011.

ANDRADE NETO, João. The debatable universality of the proportionality test and the wide-scope conception of fundamental rights/A controversa universalidade do teste de proporcionalidade e da concepção ampliada do suporte fático dos direitos fundamentais. Revista Brasileira de Direito, Passo Fundo, v. 12, n. 1, p. 4-19, jun. 2016. ISSN 2238-0604. Disponível em: https://seer.imed.edu.br/index.php/revistadedireito/article/view/1116. Acesso em: 08 fev. 2017. doi: http://doi.org/10.18256/2238-0604/revistadedireito.v12n1p4-19.

ATIENZA, Manuel. As Razões do Direito. Teorias da Argumentação Jurídica. Tradução de Maria Cristina Guimarães Cupertino. São Paulo: Landy, 2002.

ATIENZA, Manuel. El Derecho como argumentación: concepciones de la argumentación. Barcelona: Editora Ariel, 2006.

ATIENZA, Manuel. Curso de Argumentación Jurídica. Madrid: Trotta, 2013.

BUSTAMANTE, Thomas da Rosa de. Teoria do Direito e Decisão Racional. Temas de teoria da argumentação jurídica. Rio de Janeiro: Renovar, 2008.

FIGUEROA, ALFONSO G. La Teoría del Derecho en tiempos de Constitucionalismo. In: CARBONELL, Miguel. Neoconstitucionalismo(s). 2. ed., Madrid: Trotta. 2005.

GUASTINI, Riccardo. La ‘Constitucionalización’ del ordenamiento jurídico: el caso italiano.’ In: CARBONELL, Miguel. Neoconstitucionalismo(s). 2. ed., Madrid: Trotta. 2005.

GÜNTHER, KLAUS. Teoria da argumentação no direito e na moral: justificação e aplicação. Tradução Claudio Molz. 2. ed. Rio de Janeiro: Forense, 2011.

MACCORMICK, Neil. Argumentação jurídica e teoria do direito. Tradução Waldéa Barcellos. São Paulo: Martins Fontes, 2006.

MACCORMICK, Neil. Retórica e Estado de direito. Trad. Conrado Hübner Mendes. Rio de Janeiro: Elsevier, 2008.

MACCORMICK, Neil. Practical Reason in Law and Morality. Oxford: Oxford University Press, 2011.

MARTINS, Argemiro C. M.; ROESLER, Claudia R.; e JESUS, Ricardo A.R..A noção de coerência na teoria da argumentação juridica de Neil MacCormick: caracterização, limitações, possibilidades. Revista Novos Estudos Jurídicos/UNIVALI, volume 16, n. 2, mai-ago 2011, p. 207-221.

MORAIS, Fausto Santos de; ZOLET, Lucas. Constitutional rights expansion and contributions from Robert Alexy’s theory / A expansão dos direitos fundamentais e a contribuição teórica de Robert Alexy. Revista Brasileira de Direito, Passo Fundo, v. 12, n. 2, p. 127-136, dez. 2016. ISSN 2238-0604. Disponível em: https://seer.imed.edu.br/index.php/revistadedireito/article/view/1505. Acesso em: 08 fev. 2017. doi: http://doi.org/10.18256/2238-0604/revistadedireito.v12n2p127-136.

MORAIS, Fausto Santos de. Ponderação e arbitrariedade: a inadequada recepção de Alexy pelo STF. Salvador: Editora JusPODIVM, 2016.

PIETRO SANCHÍS, Luis P. Neoconstitucionalismo y ponderación judicial. In: CARBONELL, Miguel. Neoconstitucionalismo(s). 2. ed., Madrid: Trotta. 2005.

ROESLER, Cláudia R. Os Diversos Enfoques da Teoria Contemporânea do Direito e a Passagem para uma Teoria Constitucionalista do Direito. In: CRUZ, Paulo Márcio; ROESLER, Cláudia R. Direito e Argumentação no Pensamento de Manuel Atienza. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2007.

ROESLER, Cláudia R. Theodor Viehweg e a Ciência do Direito: Tópica, Discurso, Racionalidade. Florianópolis: Momento Atual, 2004.

VIEHWEG, Theodor. Tópica e Jurisprudência. Tradução de Tercio S. Ferraz Jr. Brasília: Departamento de Imprensa Nacional, 1979.

VIANNA, Luiz Werneck. A judicialização da política e das relações sociais no Brasil. Rio de Janeiro: Renavan, 1999.




DOI: https://doi.org/10.18256/2238-0604.2017.v13i3.1916

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




ISSN 2238-0604

Licença Creative Commons
Revista Brasileira de Direito está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Indexadores

    
Periódicos CAPES  googlelogo_scholar.png
DOAJ.jpg
  
Diadorim.jpg
 
 dialnet.png
latindex.jpg
 
 logos_DOI_CrossRef_CrossChek.png

 
circ.png
 
 miar.png

logo_base.gif
 
 
 logos_DOI_CrossRef_CrossChek.png
 
CiteFactor2.png
  
Scilit logo
 erihplus.png