Desafios do desenvolvimento sustentável e os recursos naturais hídricos/ Challenges of sustainable development and water resources

Leilane Serratine Grubba, Eduardo Henrique Hamel

Resumo


O artigo tem por objeto o desenvolvimento sustentável do meio ambiente, com ênfase nos recursos hídricos, considerando-se a relação paradoxal entre a diminuição dos riscos ambientais e os interesses de desenvolvimento econômico e industrial. A partir da noção da complexidade, que percebe o ser humano como partir integrante do meio ambiental, o artigo propõe uma conscientização social para o estabelecimento de ações públicas que possibilitem a solução da problemática sobre o meio ambiente e sua sustentabilidade, com a diminuição dos riscos ambientais. O texto objetiva uma análise científica do desenvolvimento sustentável e da sustentabilidade dos recursos naturais, principalmente, hídricos. A partir do método dedutivo, problematiza-se como o desenvolvimento sustentável pode dirimir os riscos dos avanços da fronteira agrícola, utilizando, de maneira consciente, os recursos naturais, em especial os hídricos, na observância dos dispositivos da legislação. Diante disso, serão o artigo irá discutir formas de planejamento e gestão que possibilitam a preservação dos recursos hídricos e desenvolvimento sustentável.

Palavras-chave: Desenvolvimento sustentável; Desafios; Riscos; Recursos Naturais Hídricos.

ABSTRACT

The article focuses on the sustainable development of the environment, with emphasis on water resources, considering the paradoxical relationship between the reduction of environmental risks and the interests of economic and industrial development. From the notion of complexity, which perceives the human being as a member of the environmental, the article proposes a social awareness for the establishment of public actions to enable the solution for the problem concerning the environment sustainability, with the reduction of environmental risks. We aim a scientific analysis of sustainable development and sustainability of natural resources, especially water. From the deductive method, it discusses as sustainable development can resolve the risks of the advances of the agricultural frontier, using, consciously, natural resources, especially water, in compliance with the legislation devices. Therefore, the article will discuss ways of planning and management that enable the conservation of water resources and sustainable development.

Key-Words: Sustainable Development; Challenges; Risks; Water Resourses. 

 

 

Palavras-chave


Desenvolvimento sustentável; Desafios; Riscos; Recursos Naturais Hídricos.

Texto completo:

PDF HTML

Referências


AGÊNCIA NACIONAL DE ÁGUAS. A evolução da gestão dos recursos hídricos no Brasil. Brasília: ANA, 2002.

BARRAL, Welber; PIMENTEL Luis Otávio. Direito ambiental e desenvolvimento. Florianópolis: Fundação Boiteux, 2006.

BRASIL. Constituição de 1988. Constituição da República Federativa do Brasil. São Paulo: Saraiva, 2013.

BRASIL. Lei n. 12.651, de 25 de maio de 2012. Dispõe sobre a proteção da vegetação nativa; altera as Leis nos 6.938, de 31 de agosto de 1981, 9.393, de 19 de dezembro de 1996, e 11.428, de 22 de dezembro de 2006; revoga as Leis nos 4.771, de 15 de setembro de 1965, e 7.754, de 14 de abril de 1989, e a Medida Provisória no 2.166-67, de 24 de agosto de 2001; e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em: 20 out. 2015.

BRASIL. Lei n. 7.754, de 14 de abril de 1989. Estabelece medidas para proteção das florestas existentes nas nascentes dos rios e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em: 20 out. 2015.

BRASIL. Resolução CONAMA n. 302, de 20 de março de 2002. Dispõe sobre os parâmetros, definições e limites de Áreas de Preservação Permanente de reservatórios artificiais e o regime de uso do entorno. Disponível em: . Acesso em: 20 out. 2015.

CAMPOS JUNIOR, Raimundo Alves de. O conflito entre o direito de propriedade e o meio ambiente. Curitiba: Juruá, 2007.

CARSON, Rachel. Silent spring. Estados Unidos: Fawcett Publications, INC., Grinnwich, Conn, 1962.

CARVALHO, Osires; RODRIGUES, Flávio. Recursos hídricos e desenvolvimento sustentável (Escala de Necessidades Humanas e Manejo Ambienta1 Integrado) GEOgraphia, ano 6, n. 12, 2004.

CMMAD – Comissão Mundial sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento. Nosso futuro comum. 2. ed. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 1991.

DUARTE, Marise Costa de Souza. Meio ambiente sadio. Direito fundamental. Curitiba: Juruá, 2003.

FIORILLO, Celso Antonio Pacheco. Curso de direito ambiental brasileiro. 5. ed. São Paulo: Saraiva, 2004.

GARCIA, Rodrigo Fernandes. Aspectos jurídicos da cobrança pelo uso da água. Disponível em: . Acesso em: 22 set. 2015.

GRASSI, Fiorindo David. Direito ambiental aplicado. 1. ed. Frederico Westphalen: URI, 1995.

LEFF, Enrique. Epistemologia ambiental. 4. Ed. São Paulo: Cortez, 2006.

LEFF, Enrique. Epistemologia ambiental. 5. ed. São Paulo: Cortez, 2010.

MACHADO, Paulo Affonso Leme. Direito ambiental brasileiro. 22. ed. São Paulo: Malheiros Editores, 2014.

MAROTTA, Humberto; SANTOS, Roselaine Oliveira; ENRICH-PRAST, Alex. Monitoramento limnológico: um instrumento para a conservação dos recursos hídricos no planejamento e na gestão urbano- ambientais. Revista Ambiente e Sociedade, Campinas, v. 11, n. 1, jan./jun., 2008.

MILARÉ, Édis. Direito do ambiente. 9. ed. rev. atual. e ampl. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2014.

MORIN, Edgar. Ciência com consciência. 14. ed. Rio de Janeiro: Bertrand, 2010.

MORATO LEITE, José Rubens. Dano ambiental: do individual ao coletivo extrapatrimonial. 2. ed. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2003.

MOTTA, Ronaldo Seroa. Economia ambiental. Nações unidas para o desenvolvimento. Relatório do Desenvolvimento Humano 2007/08 – Combater a mudança do clima: solidariedade humana em um mundo dividido. Disponível em:. Acesso em: 26 set. 2015.

MOTA, Suetônio. Gestão ambiental de recursos hídricos. 3. ed. atual. e rev. Rio de Janeiro: ABES, 2008.

NAÇÕES UNIDAS. Conferência das Nações Unidas sobre o ambiente humano. 1972.

NAÇÕES UNIDAS. Declaração sobre meio ambiente e desenvolvimento. Rio de Janeiro, 1992.

NAÇÕES UNIDAS. Relatório de desenvolvimento humano 1994. New dimensions of humam security. Disponível em: . Acesso em: 30 mar. 2011.

NOGUEIRA, Rui. Água: A luta do século. Rio de Janeiro: Sol, 2006.

NUNES, Paulo Henrique Faria. Meio ambiente e mineração: o desenvolvimento sustentável. Curitiba: Juruá, 2006.

PEREIRA, Agostinho Koppe; HORN, Luiz Fernando Del Rio. Relações de consumo: meio ambiente. Caxias do Sul, RS: Educs, 2009.

REBOUÇAS, Aldo Cunha. Água doce no mundo e no Brasil. In: REBOUÇAS, Aldo Cunha; BRAGA, Benedito; TUNDISI, José Galizia (Org.). Águas doces no Brasil: capital ecológico, uso e conservação. 3. ed. São Paulo: Escrituras Editora, 2006.

SALATI, Eneas; LEMOS, Haroldo Mattos; SALATI, Eneida. Água e o desenvolvimento sustentável. In: REBOUÇAS, Aldo Cunha; BRAGA, Benedito; TUNDISI, José Galizia. (Ed.). Águas doces no Brasil: capital ecológico, uso e conservação. São Paulo: Escrituras Editora, 2006.

SCANTIMBURGO, André Luís. Políticas públicas e desenvolvimento sustentável: os limites impostos pelo capitalismo no gerenciamento e preservação dos recursos hídricos no Brasil. Aurora, n. 7, jan. 2011. Disponível em: Acesso em: 26 set. 2015.

TEIXEIRA, Orci Paulino Bretanha. O direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado como direito fundamental. Porto Alegre: Livraria dos Advogados, 2006.

THEODORO, Suzi Huff et al. Conflitos e uso sustentável dos recursos naturais. Rio de Janeiro: Garamond, 2002.




DOI: http://dx.doi.org/10.18256/2238-0604/revistadedireito.v12n1p100-111

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




ISSN 2238-0604

Licença Creative Commons
Revista Brasileira de Direito está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Indexadores

    
Periódicos CAPES  googlelogo_scholar.png
DOAJ.jpg
  
Diadorim.jpg
 
 dialnet.png
latindex.jpg
 
 logos_DOI_CrossRef_CrossChek.png

 
circ.png
 
 miar.png

logo_base.gif
 
 
 logos_DOI_CrossRef_CrossChek.png
 
CiteFactor2.png
  
Scilit logo