O papel da produção na efetivação da estratégia competitiva em uma empresa de confecções do Paraná

Julio Ernesto Colla, Caroline Cuco

Resumo


A presente pesquisa tem como objetivo analisar a forma como a área funcional de produção de uma empresa do noroeste do Paraná auxilia na efetivação da estratégia competitiva. O estudo aborda elementos fundamentais, como a estratégia adotada pela empresa e suas formas de produção, que visam compreender a importância que elas representam para buscar a eficácia organizacional, ou seja, quando há inter-relação entre a missão organizacional, sua gestão e suas práticas. A base teórica trata de estratégia, missão empresarial e gestão estratégica da produção que fora percebida por meio do modelo dos quatro estágios da função produção. Os procedimentos metodológicos, baseados na perspectiva qualitativa, foram compostos por análise de conteúdo dos dados coletados por meio de entrevistas, documentos, notícias e memorando de campo. As principais conclusões remetem ao pensamento de que a organização, apesar de não ter uma missão clara, possui uma lógica estratégica forma pela interação de suas áreas funcionais. No que tange ao modelo apresentado, foi definido que a empresa em fase de transição do estágio 1 para o estágio 2, ou seja, deixando a fase preliminar em que a produção é vista como pouco importante para a efetivação da estratégia para uma fase em que se inicia a comparação com outras empresas semelhantes.

Texto completo:

PDF

Referências


Ansoff, H, I. (1977). Estratégia empresarial. São Paulo: McGraw-Hill do Brasil, 1977.

Barney, J. B., & Hesterly, W. S. (2011). Administração estratégica e vantagem competitiva (3a ed.). São Paulo: Pearson Prentice Hall.

Bortolo, L. F. de, & Colla, J. E. (2013). A influência das forças competitivas na tomada de decisão das empresas constituintes do setor de fisioterapia de uma cidade do interior do Paraná. Revista Cesumar Ciências Humanas e Sociais Aplicadas, 18(1), 55-81.

Brida, M. de, & Santos, J. N. O (2011). Alinhamento entre a Estratégia e as Competências Organizacionais: o caso de uma empresa nacional líder do segmento de revestimentos cerâmicos. Revista de Ciências da Administração, 13(31), 210-242.

Catelli, A. (2001). Controladoria: uma abordagem da gestão econômica (2a ed.). São Paulo: Atlas.

Cervo, A. L. ,& Bervian, P. A. (2002). Metodologia científica (5a ed.). São Paulo: Pearson Prentice Hall.

Chase, R.B., & Hayes, R.H. (1991). Beefing Up Services Firms. Sloan Management Review, p.15-26.

Colla, J. E., & Borghesan, A. (2011). Alinhamento Estratégico de Setores Operacionais: o Caso da Cooperativa Agroindustrial do Noroeste do Paraná. Revista Ibero-Americana de Estratégia, 10(2), 118-139.

Colla, J. E., Grassioto, M., Barbosa, D. G., & Reis, J. A. dos. (2013). Alinhamento das Ações Estratégicas em uma Pequena Empresa Supermercadista Paranaense. RAIMED - Revista de Administração IMED, 3(3), 146-162.

Drucker, P. F. (1998). Introdução à administração (3a ed.) São Paulo: Pioneira, 1998.

Fusco, J. P. A., & Sacomano, J. B. (2007). Operações e gestão estratégica da produção. São Paulo: Arte & Ciência.

Guedes, C. M de C., Passos, F. U., & Sampaio, R. R. (2012). O monitoramento de desempenho está alinhado com a estratégia? Observação em frigoríficos da caprinovinocultura da Bahia. Revista de Gestão, 19(3), 411-429.

Guedes, R. M., Fonseca, F., Carvalho, K. L. de, Maximiano, A. C. A., & Gonçalves, M. A. (2011). Alinhamento do Portfólio de Projetos à Estratégia das Organizações: um Estudo Exploratório Quantitativo. Revista Economia & Gestão, 11(27), 67-93.

Hallgren, M., & Olhager, J. (2006). Quantification in Manufacturing Strategy: A Methodology and Illustration. International Journal of Production Economics, 104(1), 113-124.

Johansson, G., & Winroth, M. (2010). Introducing Environmental Concern in Manufacturing Strategies: Implications for the Decision Criteria. Management Research Review, 33(9), 877-899.

Mintzberg, H., Ahlstrand, B., & Lampel, J. (2010). Safári de Estratégia: um roteiro pela selva do planejamento estratégico (2a ed.). Porto Alegre: Bookman, 2010.

Mintzberg, H. (2006). Cinco Os para Estratégia. in Mintzberg, H., Lampel, J., Quinn, J. B. & Ghoshal, S. O processo da estratégia: conceitos, contextos e casos selecionados (4a ed.). (pp. 24-29). Porto Alegre: Bookman.

Moreira, D. A. (2012). Administração da produção e operações (2a ed.). São Paulo: Cengage Learning, 2012.

Moreira, W. R., & Munck, L. (2010). O Processo de Alinhamento Entre Estratégias e Competências Organizacionais. Revista Alcance, 17(2), 178-191.

Munck, L. (2011). Alinhamento Entre Estratégia e Competência: um Estudo Teórico-Empírico em uma Empresa de Serviços de Interesse Público. Reuna, 16(2) 71-88.

Ocampo, L., & Ocampo, C. O. (2015). A Proposed Sustainable Manufacturing Strategy Framework. Business Systems and Economics, 5(1), 87-98.

Porter, M. E. (2004). Estratégia Competitiva: técnicas para análise de indústria e da concorrência (16a ed.). Rio de Janeiro: Campus.

Rafii, F., & Miller, J.G. (1994). Integrating Manufacturing into Strategic Decision Making. OM Review, 10(4), 49-63.

Richardson, R. J. (1999). Pesquisa social: métodos e técnicas (3a ed.). São Paulo: Atlas.

Rocha, D. R. (2008). Gestão da produção e operações. Rio de Janeiro: Ciência Moderna Ltda.

Samson, D., & Sohal, A.S. (1993). Management, Myopia and Strategy in the Manufacturing Function: A Problem Driven Research Agenda. International Journal of Technology Management, 8(3), 216-229.

Silva, L. M. T. da, Albuquerque, L. G. de, & Costa, B. K. (2009). O Alinhamento Estratégico Entre Cultura Organizacional e Estratégias de Gestão de Pessoas. Revista Eletrônica de Ciência Administrativa, 8(2), 159-173.

Slack, N., Chambers, S., & Johnston, R. (2009). Administração da produção (3a ed.). São Paulo: Atlas.

Swamidass, P.M., & Newell, W.T. (1987), Manufacturing Strategy, Environmental Uncertainty, and Performance: A Path Analytic Model. Management Science, 33(4), 509-524.

Theyel, G., & Hofmann, K. (2012). Stakeholder Relations and Sustainability Practices of US Small and Medium-Sized Manufacturers. Management Research Review, 35(12), 1110-1133.

Tunalv, C. (1992), Manufacturing Strategy: Plans and Business Performance. International Journal of Operations and Production Management, 12(3), 4-24.

Whittington, R. (2002). O que é estratégia. São Paulo: Pioneira Thomson Learning.

Wright, P., Kroll, M. J. & Parnell, J. (2000). Administração Estratégica: conceitos (4a ed.). São Paulo: Atlas.




DOI: https://doi.org/10.18256/2237-7956/raimed.v5n1p84-95

Apontamentos

  • Não há apontamentos.






Revista de Administração IMED (RAIMED)               ISSN: 2237-7956                Programa de Pós-Graduação em Administração (PPGA/IMED)

Faculdade Meridional – IMED – www.imed.edu.br – Rua Senador Pinheiro, 304 – Bairro Rodrigues – 99070-220 – Passo Fundo – RS – Brasil Tel.: +55 54 3045 6100

 Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.