Cooperativismo e Agricultura Familiar: um estudo de caso

Marta Cleia Andrade, Daniela Cristina Alves

Resumo


Este trabalho enfoca algumas práticas, vantagens e desafios enfrentados por agricultores familiares da cidade de Rubiataba, estado de Goiás, em direção à busca pelo fortalecimento da atividade produtiva. Portanto, este artigo tem como objetivo identificar e analisar as principais práticas, dificuldades e oportunidades encontradas pelos cooperados de uma cooperativa de agricultores familiares, denominada Cooperativa Mista de Agricultores Familiares de Rubiataba (COOMAFAR). Foi realizada uma pesquisa qualitativa, e para a coleta de dados utilizaram-se questionários e entrevistas. Como resultado, a pesquisa aponta grande interesse dos produtores em diversificar a produção, agregar maior valor aos produtos, ter maior acesso ao mercado e com isso obter melhor competitividade. Mas esbarram em aspectos como a falta de incentivos do poder público, de recursos financeiros, qualificação técnica e escassez de mão de obra. Com esta pesquisa buscou-se colaborar para uma melhor compreensão da relação entre cooperativismo e agricultura familiar.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18256/2237-7956/raimed.v3n3p194-208

Apontamentos

  • Não há apontamentos.






Revista de Administração IMED (RAIMED)               ISSN: 2237-7956                Programa de Pós-Graduação em Administração (PPGA/IMED)

Faculdade Meridional – IMED – www.imed.edu.br – Rua Senador Pinheiro, 304 – Bairro Rodrigues – 99070-220 – Passo Fundo – RS – Brasil Tel.: +55 54 3045 6100

 Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.