Gestão Ambiental: práticas, condicionantes e evolução

Marta Cleia Ferreira

Resumo


O modelo atual de desenvolvimento econômico transforma espaços naturais e interfere no meio ambiente, podendo apresentar resultados catastróficos tanto nos ecossistemas quanto na qualidade de vida humana. Portanto, um modelo produtivo que concilie desenvolvimento econômico e proteção ambiental, há muito tempo, tornou-se imperativo. Este artigo, de cunho teórico, se propõe a partir da discussão da responsabilidade ambiental das empresas, identificar a evolução das práticas ambientalmente saudáveis, bem como os aspectos condicionantes na formulação da estratégia empresarial. Por fim, entende-se que as estratégias, decorrem, principalmente, de pressões normativas e institucionais do ambiente ao qual as organizações estão expostas. A partir dessas pressões que as organizações têm recebido de stakeholders relevantes para implantar uma gestão com base em princípios ambientalmente responsáveis, há indícios de implicações na melhoria da gestão, levando as empresas a convergirem esforços para serem mais proativas, inovadoras e sustentáveis.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18256/2237-7956/raimed.v2n2p138-150

Apontamentos

  • Não há apontamentos.






Revista de Administração IMED (RAIMED)               ISSN: 2237-7956                Programa de Pós-Graduação em Administração (PPGA/IMED)

Faculdade Meridional – IMED – www.imed.edu.br – Rua Senador Pinheiro, 304 – Bairro Rodrigues – 99070-220 – Passo Fundo – RS – Brasil Tel.: +55 54 3045 6100

 Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.