Plano de Carreira nos Sistemas de Gestão Público e Privado: Uma Discussão a luz das Teorias Motivacionais

Marcelo da Silva Schuster, Valéria da Veiga Dias

Resumo


Este artigo apresenta de forma sucinta um ponto de vista sobre o uso do plano de carreira nas organizações, focando na intensa competitividade presenciada nos últimos anos, apresentando este como uma ferramenta de gestão para o setor de recursos humanos nas organizações. É sabido que a diferença das organizações está centrada nos talentos humanos e sua capacidade de gerar resultados por meio deles, com bom uso dos recursos tecnológicos disponibilizados pela organização. Apresenta-se uma descrição do tema plano de carreira no contexto motivacional visando à reflexão acerca da influência ou não do plano ou organização da carreira na motivação dos colaboradores e seu desenvolvimento profissional, averiguando através de estudos existentes se a ferramenta pode ser uma fonte de retenção de talentos no mercado de trabalho. Em relação às considerações sobre o tema, cabe destacar que o plano de carreira pode ser um atrativo nas organizações para a busca e retenção de talentos corporativos no cenário competitivo, dependendo apenas da opção de uso dela ou não dentro do plano de gestão da organização.

 


Texto completo:

PDF Abstract


DOI: http://dx.doi.org/10.18256/2237-7956/raimed.v2n1p1-17

Apontamentos

  • Não há apontamentos.






Revista de Administração IMED (RAIMED)               ISSN: 2237-7956                Programa de Pós-Graduação em Administração (PPGA/IMED)

Faculdade Meridional – IMED – www.imed.edu.br – Rua Senador Pinheiro, 304 – Bairro Rodrigues – 99070-220 – Passo Fundo – RS – Brasil Tel.: +55 54 3045 6100

 Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.