Avaliação de potencial de geração de energia fotovoltaica integrado a prédio institucional: o caso da Universidade Católica de Pelotas-RS

Julye Ramalho Freitas, Vitória Borges da Fonseca Cumerlato, Isabel Tourinho Salamoni

Resumo


O artigo apresenta uma avaliação de potencial de energia fotovoltaica por meio de um sistema fotovoltaico, instalado na Universidade Católica de Pelotas - UCPel. O projeto tem como objetivo amenizar o impacto energético da universidade para com a cidade de Pelotas, além de proporcionar uma diminuição de consumo de energia elétrica e de custos monetários.

A Universidade Católica de Pelotas veio a se tornar objeto de estudo por possuir campus descentralizados e uma enorme área física. Assim, projetou-se um sistema interligado à rede elétrica pública e capaz de atender parte da demanda do Campus I, gerando uma economia de mais de 30% de energia. A partir deste projeto, o sistema de energia fotovoltaica pode ser redimensionado, fazendo com que o mesmo venha a suprir toda a demanda do campus I e, possuindo energia excedente, esta poderá ser transformada em créditos para serem aproveitados nos demais campus.

Com este estudo, o presente artigo visa contribuir com a propagação da tecnologia fotovoltaica e com a inserção da mesma em prédios institucionais para que toda economia de gastos advindos do uso da energia solar, possa ser utilizada para financiar programas e projetos educacionais.


Palavras-chave


Energia fotovoltaica; Impacto energético; Energia limpa; Prédios institucionais; Energia Solar; BVPI.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18256/2318-1109/arqimed.v4n1p47-58

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




ISSN 2318-1109

Licença Creative Commons
Este obra da Revista de Arquitetura Imed está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 Indexadores

Diadorim.jpg   
  miar.png
logos_DOI_CrossRef_CrossChek.png