Atuação da infraestrutura verde como qualificadora da ambiência urbana em centros consolidados - O caso de Passo Fundo RS

Natalia Hauenstein Eckert, Juan José Mascaró

Resumo


O trabalho apresentado faz parte de uma pesquisa científica sobre o potencial da infraestrutura verde como uma maneira de mitigar os efeitos da urbanização nos centros urbanos já consolidados. A pesquisa estudou os seus aspectos ambientais da paisagem urbana, através de levantamentos e relatórios dos aspectos físicos e sociais do ambiente. Para isso foi elencado duas ruas centrais da cidade de Passo Fundo RS, a rua Paissandú e a General Netto, que possuem o papel de conectores de áreas verdes públicas da cidade. Os métodos utilizados foram o levantamento de imagens de satélite para a identificação da floresta urbana, mapeamento e verificação da área de copas das árvores, e estabelecimento dos potenciais alternativos para indicação de implantação das novas técnicas de infraestrutura verde. Os primeiros resultados verificam os problemas ambientais criados pela falta de aplicação do Plano de Arborização Urbana no município, confirmando e quantificando a situação atual da vegetação, pavimentação e drenagem urbana nas vias. A importância ambiental da vegetação urbana deve ser aplicada em conjunto com ações de apoio e de uma previsão consistente de recursos para sua utilização. A valorização da presença de árvores e áreas verde na cidade é uma atividade essencial para qualificar o meio urbano e atuar como indicadores de sustentabilidade nas cidades em que são empregados.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18256/2318-1109/arqimed.v3n2p168-176

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




ISSN 2318-1109

Licença Creative Commons
Este obra da Revista de Arquitetura Imed está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 Indexadores

Diadorim.jpg   
  miar.png
logos_DOI_CrossRef_CrossChek.png