A cidade, o espaço e o diálogo com a sustentabilidade

Leticia Barroso, Vera F. Rezende Rezende

Resumo


Nos últimos anos, cada vez mais  pessoas vivem em cidades. Mas, elas estão tendo uma boa relação com o lugar em que moram? Um dos elementos que contribuem para que se viva bem  é o atendimento com qualidade do transporte público, acessivel a toda a população. Outras questões  são a reducão de espaços públicos e  a invasão dos carros nas ruas, alem de outros. Pode-se afirmar que a urbanização promoveu o banimento de espaços públicos, além de intensificar os preocessos de fragmentação, exclusão e segregacão. Por outo lado,  assistimos algumas soluções baseadas nos  principios do novo urbanismo, surgido nos EstadosUnidos da América, que tem por objetivo minimizar os problemas citados anteriormente. Na busca por uma melhor qualidade de vida e sustentabilidade urbana, açoes vem sendo implementadas visando um melhor uso da cidade, tais como,  o transporte sustentável (transporte público e bicicletas) e a conectividade com o espaços públicos.O presente estudo é baseado na análise de ações sustentáveis da cidade de Sorocaba (SP) que tem investido na melhoria de qualidade de vida dos que ali vivem.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18256/2318-1109/arqimed.v3n2p138-144

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




ISSN 2318-1109

Licença Creative Commons
Este obra da Revista de Arquitetura Imed está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 Indexadores

Diadorim.jpg   
  miar.png
logos_DOI_CrossRef_CrossChek.png