Fundação para o desenvolvimento da educação: práticas mais sustentáveis na construção civil

Letícia Bender

Resumo


O presente trabalho tem por finalidade a realização de uma análise das práticas arquitetônicas adotadas na concepção e na execução dos projetos escolares da Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE), desenvolvido pela Secretaria de Educação do estado de São Paulo, a fim de torna-los mais sustentáveis, assim como a apreciação dos benefícios que estas práticas geram ao conforto dos usuários. Primeiramente serão analisadas as atribuições da FDE e ainda as suas escolas de maior destaque no âmbito arquitetônico projetual. Posteriormente serão analisadas as práticas arquitetônicas adotadas pela FDE quanto ao conforto no ambiente construído. Os subsídios fornecidos até então servirão de base para o estudo dos benefícios gerados ao usuário do ambiente escolar.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18256/2318-1109/arqimed.v2n2p208-214

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




ISSN 2318-1109

Licença Creative Commons
Este obra da Revista de Arquitetura Imed está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 Indexadores

Diadorim.jpg   
  miar.png
logos_DOI_CrossRef_CrossChek.png