Edificações Saudáveis: contribuições da geobiologia para um ambiente mais produtivo

Ormy Leocádio Hütner Júnior

Resumo


Este trabalho verificou que a aplicação dos conceitos defendidos pela Geobiologia em um ambiente comercial edificado pode trazer resultados satisfatórios para a Empresa, por melhorar a qualidade do ambiente construído e consequentemente, as relações interpessoais dos colaboradores. Em virtude dos avanços tecnológicos, as construções atualmente no meio urbano estão sujeitas a uma poderosa e nociva contaminação eletromagnética. Estas radiações, somadas às já conhecidas radiações naturais da Terra, podem favorecer o aparecimento de diversas enfermidades nos seres vivos, ao afetar seu equilíbrio metabólico. Desta forma, a Geobiologia procura detectar essas radiações e oferecer aos usuários destas edificações ambientes mais favoráveis à vida. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, a Síndrome do Edifício Enfermo se refere às construções que afetam a saúde e o bem-estar de seus ocupantes. Assim, as pesquisas realizadas neste trabalho comprovaram que após a intervenção geobiológica estas empresas obtiveram relevante aumento de produtividade na gestão de serviços e aumento da qualidade dentro do ambiente profissional. Verificou-se ainda aumento da qualidade de vida dos colaboradores, redução do nível de estresse e menor rotatividade de empregados. Os resultados finais mostraram ainda que ambientes livres de campos eletromagnéticos, livres de contaminantes no ar como COV’s (Compostos Orgânicos Voláteis), livres de radiação e confortáveis termicamente e acusticamente, entre outros, promoveram em seus usuários um ambiente mais favorável ao exercício da atividade profissional, ao propiciar ambientes de trabalho que não debilitem os colaboradores, tanto fisicamente quanto psiquicamente. Estes efeitos, paralelamente, foram responsáveis pelo ganho de produtividade das Empresas pesquisadas neste trabalho.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18256/2318-1109/arqimed.v2n1p37-46

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




ISSN 2318-1109

Licença Creative Commons
Este obra da Revista de Arquitetura Imed está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 Indexadores

Diadorim.jpg   
  miar.png
logos_DOI_CrossRef_CrossChek.png