Uso de garrafas de poli-tereftalato de etileno – PET como insumo alternativo na construção de edificações residenciais

Bárbara Galli, Carolina Magina, Renata Menezes, Pedro Perez, Helena Ueno

Resumo


O presente trabalho apresenta uma alternativa de reutilização de garrafas de poli-tereftalato de etileno (PET) na substituição dos blocos e tijolos da alvenaria tradicional, podendo auxiliar no incremento dos índices de reciclagem desse material e possibilitando a produção de edificações residenciais de baixo custo. As garrafas PET são utilizadas basicamente para o armazenamento de bebidas carbonatadas. Porém, após o consumo, elas acabam se destinando a aterros sanitários. Atualmente, este espaço está ficando cada vez mais escasso devido ao alto crescimento da população de consumo e também pela dificuldade de decomposição deste material, o que causa graves impactos ambientais, principalmente em áreas urbanas e marinhas. As garrafas PET tem demonstrado bastante resistência mecânica e térmica, o que as tornam fortes candidatas para ser utilizadas no ramo da construção civil. Concomitantemente, o custo da edificação feita por PET é muito menor e os impactos ambientais causados por este material podem diminuir consideravelmente.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18256/2318-1109/arqimed.v1n2p174-181

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




ISSN 2318-1109

Licença Creative Commons
Este obra da Revista de Arquitetura Imed está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 Indexadores

Diadorim.jpg   
  miar.png
logos_DOI_CrossRef_CrossChek.png