Investigação de Meios para Gestão da Informação do Processo de Projeto com Flexibilização e Personalização de Unidades Habitacionais

Rosana da Silva Fernandes, Marco Aurélio Stumpf González

Resumo


O setor da construção civil tem buscado se adequar às exigências do mercado imobiliário para atender a um novo perfil de consumidor, com novos estilos de vida e esquemas de trabalho individualizados. Duas opções adotadas pelas empresas são a flexibilização e a personalização de projeto das unidades habitacionais. A flexibilização de projeto permite o planejamento de alterações ao longo da vida útil da edificação, facilitando adaptações que possam ocorrer devido às mudanças das necessidades dos usuários; prevenindo intervenções não planejadas e demolições. Entretanto, mesmo tratando-se de sistemas adotados em diversos países, no Brasil ainda não existe uma gestão efetiva, observando-se retrabalho, desperdícios e a geração de maior quantidade de resíduos na execução da obra. Ainda, com a participação dos usuários nas definições de projeto, aumentam a quantidade de intervenientes e a troca de informações no processo; originando falhas na comunicação, inclusive na retroalimentação do projeto. O objetivo deste trabalho foi investigar meios para gestão da informação do processo de projeto em edificações verticais residenciais com projetos flexíveis e com possibilidade de personalização. A pesquisa foi desenvolvida através de estudo de casos e entrevistas com profissionais responsáveis por empreendimentos situados na Região Metropolitana de Porto Alegre. Também foi realizada uma análise da publicidade dos empreendimentos para identificar o nível de flexibilização e personalização ofertado pelo mercado imobiliário. Através das entrevistas e do estudo de casos foi possível identificar perdas relacionadas às alterações de projeto, além de falhas na gestão do processo de projeto e gerenciamento da informação. Com a análise destes resultados, são apontadas diretrizes para melhoria da gestão da informação, através do auxílio de dispositivos móveis com Internet sem fio; extranets de projeto e softwares BIM, visando à eficiência da comunicação, a redução de retrabalho e a diminuição da geração de resíduos no processo.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18256/2318-1109/arqimed.v1n2p152-163

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




ISSN 2318-1109

Licença Creative Commons
Este obra da Revista de Arquitetura Imed está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 Indexadores

Diadorim.jpg   
  miar.png
logos_DOI_CrossRef_CrossChek.png