Análise de projeto de condomínios residenciais horizontais visando a certificação LEED-ND

Carlos Leonardo Sgari Szilagyi, Adalberto Pandolfo, Leandro Tagliari, Naira Barbacovi

Resumo


O crescimento da urbanização, o aumento do fluxo de veículos, o adensamento das edificações, o processo de verticalização das cidades, a dominância de superfícies impermeáveis e a diminuição das áreas verdes, criam condições críticas de uso do solo urbano e a busca de soluções para novas alternativas de implantação de habitações. Nesse sentido, este artigo apresenta uma análise de diferentes conceitos de projetos em condomínios residenciais horizontais, levando em consideração o sistema de certificação LEED-ND. A abordagem metodológica iniciou pelo diagnóstico de implantação de um condomínio horizontal residencial fechado, seguido da caracterização do projeto urbanístico do condomínio e levantamento dos procedimentos do sistema LEED-ND e sua possibilidade de ser implantado no objeto em estudo, considerando os aspectos legais, ambientais, estimativa de custo e culturais. O estudo propõe recomendações e um conjunto de procedimentos de projeto a serem adotados para que os condomínios horizontais possam adaptar-se ao sistema de classificação LEED-ND, garantindo o mínimo de pontuação para certificação final. Os resultados demonstram uma diferença no processo de projeto atual e as preocupações lançadas pelo sistema de certificação, mostrando a necessidade de novas maneiras de se projetar para obter a certificação.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18256/2318-1109/arqimed.v1n1p48-57

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




ISSN 2318-1109

Licença Creative Commons
Este obra da Revista de Arquitetura Imed está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 Indexadores

Diadorim.jpg   
  miar.png
logos_DOI_CrossRef_CrossChek.png