Gestão de Águas em Condomínio Residencial em Campina Grande: diagnóstico e intervenção para melhor utilização, captação e reuso

Mariana Porto Viana, Ana Aparecida Almeida De Souza, Lays Vieira Nascimento

Resumo


O presente artigo tem como objetivo propor uma melhor gestão e reuso de águas residuárias em áreas externas de um condomínio horizontal da cidade de Campina Grande, bem como avaliar a estrutura das áreas externas dos condomínios através de mapeamento e entrevistas à administração e condôminos e propor estratégias que visam o reuso para cada problema encontrado na área de estudo. A metodologia utilizada situa-se nos fundamentos da pesquisa quanti-qualitativa que se baseia fortemente em atributos lineares, medições e análise; significa que seu raciocínio se baseia principalmente na percepção e na compreensão humana, através de questionários, entrevistas e análise in loco. A partir dos resultados duas propostas foram discutidas: o reaproveitamento das águas cinzas e a instalação das mini cisternas ou miniestação de água.


Palavras-chave


Crise Hídrica; Escassez de água; Arquitetura Sustentável

Texto completo:

PDF HTML


DOI: https://doi.org/10.18256/2318-1109.2019.v8i1.3274

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




ISSN 2318-1109

Licença Creative Commons
Este obra da Revista de Arquitetura Imed está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 Indexadores

Diadorim.jpg   
  miar.png
logos_DOI_CrossRef_CrossChek.png