Diálogo entre arquitetura e ensino: contribuições da arquitetura aliada ao método montessoriano para o processo de ensino-aprendizagem

Rochele Thais Minato, Adriana Kunen, Maria Fernanda Miranda Pezente, Daniele Kunz Pagno

Resumo


A educação infantil, além de possibilitar descobertas e conhecimentos, torna-se também formadora da personalidade da criança. Este trabalho consiste em um estudo acerca da importância da arquitetura escolar para o processo de ensino-aprendizagem, mediante o uso da teoria pedagógica montessoriana e utilizando-se de aparatos como o ludicismo, as cores e a acessibilidade. O objetivo foi expor como a arquitetura, aliada ao método de ensino montessoriano, pode prover uma educação de qualidade. Diante disso, justifica-se a importância desta pesquisa, visto que a arquitetura e o ensino montessoriano podem motivar a aprendizagem da criança, transformando a educação em um instrumento que a estimule a aprender de modo prazeroso. Para isso, aplica-se um método de pesquisa que utiliza revisões da bibliografia acerca do tema e análise de projetos referenciais sobre o assunto, relacionando a teoria com a prática. Com base nisso, pode-se destacar as principais características presentes em um estabelecimento de ensino baseada na pedagogia montessoriana e como elas podem atuar em benefício da educação, além de apresentar recursos que a arquitetura dispõe que favorecem o processo de ensino-aprendizagem, mostrando o quanto um ambiente planejado e agradável torna-se fundamental para o pleno desenvolvimento infantil.


Palavras-chave


Arquitetura Escolar; Educação Infantil; Lúdico; Montessori

Texto completo:

PDF HTML


DOI: https://doi.org/10.18256/2318-1109.2018.v7i2.3042

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




ISSN 2318-1109

Licença Creative Commons
Este obra da Revista de Arquitetura Imed está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 Indexadores

Diadorim.jpg   
  miar.png
logos_DOI_CrossRef_CrossChek.png