Influência do usuário no conforto térmico de um edifício devido à operação de janelas

Renata Dalbem, Carolina Mesquita Duarte, Nirce Saffer Medvedovski, Eduardo Grala da Cunha

Resumo


A ventilação natural é uma das estratégias mais eficientes para remover a carga térmica acumulada no interior dos ambientes e também é importante para a renovação do ar interior. O objetivo principal do artigo é analisar o comportamento do usuário em relação a operação de janelas em dois apartamentos residenciais localizados na cidade de Pelotas-RS. Também tem como objetivo analisar a influência da abertura de janelas no desempenho termoenergético dos apartamentos e comparar o uso real às configurações preconizadas no RTQ-R, realizada através de simulação computacional com o software Energy Plus. Com a análise observou-se que durante o período de inverno não é frequente a abertura de janelas pelos usuários e, quando ocorre, não interfere significativamente na temperatura interior. Devido á edificação ser pouco estanque e com alta transmitância térmica os ambientes permanecem com temperaturas baixas. Comparando os as temperaturas do edifício real com o modelo do Energy Plus, observa-se que o edifício real apresenta temperaturas inferiores de, em média, 0,7ºC.

Palavras-chave


Conforto térmico; eficiência energética; RTQ-R; ventilação natural

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18256/2318-1109/arqimed.v5n2p104-119

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




ISSN 2318-1109

Licença Creative Commons
Este obra da Revista de Arquitetura Imed está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 Indexadores

Diadorim.jpg   
  miar.png
logos_DOI_CrossRef_CrossChek.png