Aproximações entre a teoria do reconhecimento do outro e práticas pedagógicas

Carline Schröder Arend

Resumo


O presente artigo emerge a partir da percepção da importância da inclusão de discussões sobre o reconhecimento do outro no âmbito da educação. Segundo os aportes teóricos da teoria do reconhecimento do outro, de Axel Honneth, o trabalho busca possibilitar uma maior compreensão do papel do outro na formação, mostrando que, nesse movimento, quando o eu é deparado com o outro, retorna a si diferente e enriquecido de novas experiências. Assim como a teoria do reconhecimento, no âmbito educacional também se percebe a necessidade de ampliar a discussão para além do ambiente intraescolar, considerando a educação como um fenômeno social que perpassa as instâncias da família, do estado e da sociedade como um todo. Essas instâncias estão presentes na gênese da constituição educacional e, desse modo, são possibilidades que surgem para pensar e refletir sobre o operar pedagógico ancorado no reconhecimento do outro. Nesse sentido, a educação precisa se permitir lançar um olhar para fora do ambiente única e exclusivamente acadêmico e escolar. Para tal, busca-se apresentar as bases teóricas do reconhecimento do outro e suas esferas de reconhecimento, para então, estabelecer relações com as práticas pedagógicas.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18256/2447-3944/rebes.v1n2p25-33

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN: 2447-3944

 Licença Creative Commons
A Revista Brasileira de Ensino Superior está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexadores

Diadorim.jpg logos_DOI_CrossRef_CrossChek.png