Indícios da necessidade de implantação de novos cursos de Licenciatura em Filosofia: um estudo de caso no município do Rio Grande/RS

Jorge da Cunha Dutra

Resumo


Este artigo é fruto de parte de uma pesquisa de campo realizada no Doutorado, tendo como temática a questão referente a formação docente para o ensino de Filosofia no ensino médio. Neste sentido, o presente trabalho tem como objetivo analisar os indícios que levam a necessidade de implantação de novos cursos de Licenciatura em Filosofia no país. Para alcançar o objetivo proposto, utilizei como metodologia a pesquisa qualitativa, onde por meio da pesquisa de campo entrevistei três docentes que lecionam Filosofia no ensino médio sem ter a respectiva habilitação, bem como realizei a observação de suas aulas. Como resultados, constatei que os indícios encontrados na pesquisa de campo me permitem defender o posicionamento de que a disciplina de Filosofia seja lecionada por um profissional licenciado na mesma, a fim de que a disciplina não seja tratada de modo descartável, onde qualquer docente possa assumi-la, seja para cumprir a exigência legal, ou para atender a uma necessidade pessoal de complemento de carga horária. Além disso, corre-se o risco de que alguns conteúdos filosóficos não sejam estudados por desconhecimento do docente, ou que alguns conteúdos sejam trabalhados de modo equivocado, além do risco do docente desvincular-se da disciplina ao longo do ano, deixando os alunos sem aula por falta de professor para assumir a disciplina no respectivo período letivo.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18256/2447-3944/rebes.v1n1p47-58

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN: 2447-3944

 Licença Creative Commons
A Revista Brasileira de Ensino Superior está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexadores

DOAJ.jpg logos_DOI_CrossRef_CrossChek.png  
  Diadorim.jpg   
     
logos_DOI_CrossRef_CrossChek.png