O exercício da preceptoria na formação do terapeuta ocupacional

Júlia Letícia da Silva Onório, Waldez Cavalcante Bezerra, Emanuele Mariano de Souza Santos, Elaine do Nascimento Silva

Resumo


Considerando que o preceptor de estágio tem importante papel na formação profissional, este estudo tem como objetivo analisar o exercício da preceptoria na formação do terapeuta ocupacional em uma universidade pública do Nordeste. Para isso, foi realizado um estudo de campo com abordagem qualitativa, cuja produção de dados ocorreu por meio de entrevista semiestruturada com nove profissionais.Os dados foram analisados com a técnica de Análise de Conteúdo, o que permitiu identificar três categorias temáticas: Formação pedagógica para o exercício da preceptoria; Papel do preceptor de estágio; A preceptoria e o processo de ensino-aprendizagem. Observou-se que a preceptoria é realizada com base na experiência prática dos profissionais, sem nenhuma capacitação prévia. Mesmo assim, atribuíram a seus papéis a função de orientar, mediar e facilitar o processo de ensino-aprendizagem; para isso, costumam adotar uma postura que conceda liberdade de intervenção aos estagiários, sem deixar de lado os momentos de discussão desta atuação. Conclui-se que, apesar de o exercício da preceptoria ter sido bem destacado, é preciso que estes profissionais reflitam sobre a importância de sua atuação e fomentem nas instituições a necessidade de qualificação para o exercício da preceptoria.

Palavras-chave


Preceptoria; Estágio; Terapia ocupacional; Formação profissional

Texto completo:

PDF HTML

Referências


ANDRADE, M. N.; ARAÚJO, L. C. A.; LINS, L. C. S. Estágio curricular: avaliação de experiência. Revista Brasileira de Enfermagem, v. 42, n. 1, p. 27-41, 1989. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/reben/v42n1-2-3-4/v42n1-2-3-4a05.pdf >. Acesso em 08 mar. 2018.

AUTONOMO, F. R. O. M.; HORTALE, V. A.; SANTOS, G. B.; BOTTI, S. H. O. A preceptoria na formação médica e multiprofissional com ênfase na atenção primária – análise das publicações brasileiras. Revista Brasileira de Educação Médica, v. 39, n. 2, p. 316-327, 2015. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/rbem/v39n2/1981-5271-rbem-39-2-0316.pdf >. Acesso em: 08 mar. 2018.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

BARRETO, V. H. L.; MONTEIRO, R. O. S.; MAGALHÃES, G. S. G.; ALMEIRA, R. C. C.; SOUZA, L. N. Papel do preceptor da atenção primária em saúde na formação e pós-graduação da Universidade Federal de Pernambuco – um termo de referência. Revista Brasileira de Educação Médica, v. 35, n. 4, p. 578-583, 2011. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/rbem/v35n4/a19v35n4.pdf >. Acesso em: 08 mar. 2018.

BEUTEL, P. S.; LOURENÇO, G. F.; MARCOLINO, T. Q. Ensino e aprendizagem da prática profissional: o caso dos supervisores de estágio do curso de graduação em Terapia Ocupacional da UFSCar. Revista de Terapia Ocupacional da Universidade de São Paulo, v. 28, n. 1, p. 27-35, 2017.

BOTTI, S. H. O.; REGO, S. Preceptor, supervisor, tutor e mentor: Quais são os seus papeis? Revista Brasileira de Educação Médica, Rio de Janeiro, v. 32, n. 3, p. 363-373, 2008.

BRASIL. Lei 11.788, de 25 de setembro de 2008. Dispõe sobre o estágio de estudantes e dá outras providências. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 25 set. 2008. Disponível em < http://www.cvm.gov.br/export/sites/cvm/menu/acesso_informacao/servidores/estagios/3-LEGISLACAO-DE-ESTAGIO.pdf >. Acesso em: 1 mai. 2017.

BRASIL. Resolução CNE/CES 6, de 19 de fevereiro de 2002. Define as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Terapia Ocupacional. Diário da República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Brasília, DF, 4 mar. 2002. Disponível em: < http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/CES062002.pdf >. Acesso em: 14 mar. 2017.

BRASÍLIA. Portaria 52, 26 de setembro de 2002. Regulamento do Programa de Demanda Social. Brasília, DF, 26 set. 2002. Disponível em: < https://www.capes.gov.br/images/stories/download/relatorios/Portaria_52_Regulamento_DS.pdf >. Acesso em: 19 jan. 2018.

BRITO, C. M. D. Formação do terapeuta ocupacional no século XXI. Revista Baiana de Saúde Pública, v. 32, n. 1, p. 34-41, 2008.

CARVALHO, A. C. C. Estratégias de valorização e capacitação pedagógica do preceptor da residência médica. In: O preceptor por ele mesmo. Associação Brasileira de Educação Médica. Cadernos da ABEM, v. 9, p. 87-94, 2013.

CHIARELLA, T.; BIVANCO-LIMA, D.; MOURA, J. C.; MARQUES, M. C. C.; MARSIGLIA, R. M. G. A pedagogia de Paulo Freire e o processo ensino-aprendizagem na educação médica. Revista Brasileira de Educação Médica, v. 39, n. 3, pp. 418-425, 2015. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/rbem/v39n3/1981-5271-rbem-39-3-0418.pdf >. Acesso em: 8 mar. 2018.

COFFITO. Resolução 451, de 26 de fevereiro de 2015. Dispõe sobre o estágio curricular obrigatório de Terapia Ocupacional. Brasília, DF, 26 fev. 2015. Disponível em: < https://www.coffito.gov.br/nsite/?p=3213 >. Acesso em: 24 ago. 2017.

CONSELHO NACIONAL DE SECRETARIAS MUNICIPAIS DE SAÚDE – CONASEMS. Brasília. Disponível em: < http://www.cosemsms.org.br/files/publicacoes/formacao_profissionais_2008.pdf >. Acesso em: 5 set. 2017.

CORTE, M. G. D. O estágio curricular e a formação de qualidade do pedagogo. 2010. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2010.

FERREIRA, R. C.; FIORINI, V. M. L.; CRIVELARO, E. Formação profissional no SUS: o papel da atenção básica em saúde na perspectiva docente. Revista Brasileira de Educação Médica, v. 34, n. 2, p. 207-215, 2010.

JURDI, A. P. S.; NICOLAU, S. M.; FIGUEIREDO, L. R. U.; ROSSIT, R. A. S.; MAXIMINO, V. S. Revisitar processos: revisão da matriz curricular do curso de Terapia Ocupacional da Universidade Federal de São Paulo. Interface: comunicação, saúde, educação, 2017. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/icse/2017nahead/1807-5762-icse-1807-576220160824.pdf >. Acesso em: 8 mar. 2018.

LIMA, P. A. B.; ROZENDO, C. A. Desafios e possibilidades no exercício da preceptoria do Pró-Pet-Saúde. Interface: comunicação, saúde, educação, v. 19, n. 1, p. 779-791, 2015.

MISSAKA, H.; RIBEIRO, V. M. B. A preceptoria da formação médica: o que dizem os trabalhos nos congressos brasileiros de educação médica 2007-2009. Revista Brasileira de Educação Médica, v. 35, n. 3, p. 303-310, 2012.

PERIM, G. L.; ABALLA, I. G.; AGUILAR-DA-SILVA; R. H.; LAMPERT, J. B.; STELLA, R. C. R.; COSTA, N. M. S. C. Desenvolvimento docente e a formação de médicos. Revista Brasileira de Educação Médica, v. 33, n. 1, p. 70-82, 2009. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/rbem/v33s1/a08v33s1.pdf >. Acesso em: 8 mar. 2018.

PFEIFER, L. I.; STAGNITTI, K.; PINTO, M. P. P. Ocupação, bem-estar e satisfação de vida: a experiência de um modelo alternativo de estágio em Terapia Ocupacional na Austrália. Interface: comunicação, saúde, educação, v. 16, n. 41, p. 557-566, 2012.

PIMENTA, S. G.; ALMEIDA, M. I. Pedagogia universitária: caminhos para a formação de professores. São Paulo: Cortez, 2011.

ROCHA, H. C.; RIBEIRO, V. B. Curso de formação pedagógica para preceptores do internato médico. Revista Brasileira de Educação Médica, v. 36, n. 3, p. 343-350, 2012.

RODRIGUES, C. D. S. Competências para a preceptoria: construção do Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde. 2012. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2012.

SILVEIRA, D. T.; CÓRDOVA, F. P. A pesquisa científica. In: GERHARDT, T. E.; SILVEIRA, D. T. Métodos de Pesquisa. Porto Alegre: UFRGS, 2009, p. 31-32.

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DE ALAGOAS. Normas. Doc: Projeto Pedagógico do Curso de Graduação de Terapia Ocupacional. Maceió, 2014. Disponível em: < http://concursopublico.uncisal.edu.br/files/15/PPC%202014%20do%20Curso%20de%20Terapia%20Ocupacional.pdf > Acesso em: 14 mar. 2017.




DOI: https://doi.org/10.18256/2447-3944.2017.v3i4.2131

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN: 2447-3944

 Licença Creative Commons
A Revista Brasileira de Ensino Superior está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexadores

DOAJ.jpg logos_DOI_CrossRef_CrossChek.png  
  REDIB  Diadorim.jpg
     
logos_DOI_CrossRef_CrossChek.png