A construção da identidade docente por bacharéis no ensino superior

Catiane Raquel Sousa Fernandes, Izabel Luíza Rodrigues de Sousa Viana, Aurilene de Macedo Alves, Luciana Soares Macedo, Ana Maria Gomes de Sousa Martins, Malvina Thais Pacheco Rodrigues

Resumo


O texto trata da construção da identidade docente correlacionando com os paradigmas sociais e a importância do ser docente e estar docente. O objetivo é verificar a importância da docência como atividade profissional por bacharéis no Ensino Superior. Trata-se de uma revisão bibliográfica pautada na realidade brasileira, que busca elencar a identidade do bacharel para docência do ensino superior. Os principais resultados foram a necessidade de uma política educacional que priorize a formação para o ensino de qualidade, do ser e estar do professor, a literatura evidenciou que os profissionais que estão na docência reconhecem que houve pouca instrução para sê-lo, porém apontam alguns entraves no processo educacional de formação de professores, e propõem algumas soluções, além de suscitar indagações acerca do perfil do bacharel professor.

Palavras-chave


Formação de professores; Docência do ensino superior; Identidade docente

Texto completo:

PDF HTML

Referências


ANDRADE, M. S. Ensinante e aprendente: a construção da autoria de pensamento. Constr. psicopedag., v. 14, n. 11, 2006.

BECKER, F. Vigotski versus Piaget – ou sociointeracionismo e educação. In: BARBOSA, L. L. Formação de educadores: desafios e perspectiva. São Paulo: UNESP, 2007.

BEHRENS, M. A. Paradigma emergente e a prática pedagógica. São Paulo: Vozes, 2005.

BOCHESE, J. C. O professor e a construção de competências. In: ENRICONI, D.; STOBAUS, C. D. Ser professor. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2008.

BRASIL, Lei 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Disponível em: . Acesso em: 22 nov. 2016.

BRASIL. Decreto 5.786, de 24 de maio de 2006. Dispõe sobre os centros universitários e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em: 22 nov. 2016.

CIAVATTA, M.; RAMOS, M. Ensino médio e educação profissional no Brasil: dualidade e fragmentação. Retratos da Escola, v. 5, n. 8, p. 27-41, 2012.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: Saberes necessários à prática educativa. 1996(coleção). São Paulo: Paz e Terra, 1996.

FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. São Paulo: Paz e Terra, 2008.

GRILLO, M. O professor e a docência: o encontro com o aluno. In: ENRICONI, D.; STOBAUS, C. D. Ser professor. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2008.

HUBERMAN, M. O ciclo de vida profissional dos professores. In: NOVOA, A. (Org.). Vida de professores. Porto: Porto Editora, 2000.

IMBERNÓN, F. Formação docente e profissional: formar-se para a mudança e incerteza. São Paulo: Cortez, 2006.

JUNGES, K. S.; BEHRENS, M. A. Prática docente no Ensino Superior: a formação pedagógica como mobilizadora de mudança. Perspectiva, v. 33, n. 1, p. 285-317, 2016.

LOPES, A. (Org.). De uma escola a outra: temas para pensar a formação inicial de professores. Porto: Afrontamento, 2007.

LOURENÇO, C. D. S.; LIMA, M. C.; NARCISO, E. R. P. Formação pedagógica no ensino superior: o que diz a legislação e a literatura em educação e administração? Revista da Avaliação da Educação Superior, v. 21, n. 3, 2016.

MOROSINI, M. Professor do ensino superior: identidade, docência e formação. Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais, 2000.

NASCIMENTO, V. S. Ser bacharel e professor: sentidos e relações entre o bacharelado e a docência universitária. Revista Inter-Legere, v. 1, n. 13, p. 336-365, 2013.

NÓVOA, A. Os professores: um “novo” objecto da investigação educacional? In: _____ (Org.). Vida de professores. Porto: Porto Editora, 2000. p. 11-17.

PIMENTA, S. G. Formação de professores: identidade e saberes da docência. In: _____ (Org.). Saberes pedagógicos e atividade docente. São Paulo: Cortez, 2007. p. 15-34.

SAVIANI, D. Pedagogia histórico-crítica: primeiras aproximações. Campinas: Autores Associados, 2011.

SEVERINO, A. J. Preparação técnica e formação ético-política dos professores. In: BARBOSA, R. L. L. (Org.). Formação de educadores: desafios e perspectivas. São Paulo: UNESP, 2003. p. 71-74.

VEIGA, I. P. Docência como atividade profissional. In: VEIGA, I. P.; D’ÁVILA C. M. Profissão docente: novos sentidos, novas perspectivas. Campinas: Papirus, 2008.




DOI: https://doi.org/10.18256/2447-3944/rebes.v7n1p26-41

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN: 2447-3944

 Licença Creative Commons
A Revista Brasileira de Ensino Superior está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexadores

DOAJ.jpg logos_DOI_CrossRef_CrossChek.png  
  Diadorim.jpg   
     
logos_DOI_CrossRef_CrossChek.png