Práticas extensionistas e pesquisa do ensino superior à distância: uma análise acerca dos Cursos de Administração de Vitória da Conquista – BA

Layferson Santos Carvalho, Daniele Oliveira de Jesus, Karen dos Santos Lima, Gardenia Tereza Jardim Pereira, Daniela Oliveira Vidal da Silva

Resumo


Este artigo discute a pesquisa e a extensão realizadas nas instituições EaD de Vitória da Conquista - BA. EaD é a modalidade de educação mediada por tecnologias de informação e comunicação, em que os discentes e docentes estão separados fisicamente no espaço ou temporalmente, ou seja, não estão presentes em um ambiente presencial de ensino-aprendizagem. Essa prática surgiu a partir da necessidade de pessoas que não têm tempo para frequentar um estabelecimento de ensino presencial. A pesquisa realizada é de caráter descritivo e, para sua realização, foi utilizada uma metodologia quantitativa. Trata-se a amostragem por saturação, quando o fechamento amostral se deu por exaustão, quanto ao instrumento, foi aplicado um questionário fechado.


Palavras-chave


Educação à Distância; Extensão; Pesquisa; Questionário

Texto completo:

PDF

Referências


BARTINIK, F.; SILVA, I. Avaliação da ação intencionista em universidades católicas e comunitárias. Revista Avaliação. n. 2, p. 453-469, 2009.

FONTANELLA, B. J. B.; RICAS, J.; TURATO, E. R. Amostragem por saturação em pesquisas qualitativas em saúde: contribuições teóricas. Cad. Saúde Pública, v. 24, n. 1, p. 17-27, 2008. Disponível em: < http://www.scielosp.org/pdf/csp/v24n1/02.pdf >. Acesso em: 26 mai. 2015.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 2002.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo, v. 5, 2002.

GIOLO, J. A educação a distância e a formação de professores. Educação & Sociedade, v. 29, n. 105, p. 1211-1234, 2008.

MAIA, C.; MATTAR, J. ABC da EaD: a educação a distância hoje. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2007.

MARTINS, L. M. Ensino-pesquisa-extensão como fundamento metodológico da construção do conhecimento na universidade. São Paulo: Unesp, 2012.

MILL, D. Docência virtual: uma visão crítica. Campinas, SP: Papirus, 2012.

MILL, D.; BRITO, N. D.; SILVA, A. R.; ALMEIDA, F. A. Gestão da Educação a Distância (EaD): noções sobre planejamento, organização, direção e controle da EaD. Vertentes (UFSJ), v. 35, n. 1, p. 9-23, 2010.

NEVES, E. B.; DOMINGUES, C. A. Manual da Metodologia da Pesquisa Científica. Rio de Janeiro: CEP e ASAO, 2007.

RODRIGUES. A.J. Metodologia Científica: completo e essencial para a vida universitária. São Paulo: Avercamp, 2006.

RUMBLE, G. A gestão dos sistemas de ensino a distância. Brasília: UnB: UNESCO, 2003.

SAVIANI, D. Escola e democracia. São Paulo: Cortez / Autores Associados, 1984.




DOI: https://doi.org/10.18256/2447-3944/rebes.v2n3p45-57

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN: 2447-3944

 Licença Creative Commons
A Revista Brasileira de Ensino Superior está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexadores

DOAJ.jpg logos_DOI_CrossRef_CrossChek.png  
  REDIB  Diadorim.jpg
     
logos_DOI_CrossRef_CrossChek.png