Acesso, origem geográfica e permanência prolongada de estudantes cotistas negros e oriundos de escolas públicas na UENF: uma análise a partir da adesão ao ENEM/SISU

Gabriela do Rosario Silva, Shirlena Campos de Souza Amaral, Silvia Alicia Martínez

Resumo


O presente artigo consiste na análise da política de cotas na UENF, em particular, após a adesão ao ENEM/SISU, por uma perspectiva de inclusão social e de justiça como equidade, concepção apresentada por John Rawls (2003). Partindo de pesquisas realizadas por Amaral (2013) no que tange ao acesso, foi exposto o cenário animador apresentado pela política de cotas integrada ao ENEM/SISU, o que desencadeou o ponto de partida para a realização da presente pesquisa, cuja problemática apresentada trouxe como norteadoras as seguintes questões: a utilização do ENEM/SISU continua refletindo diretamente no êxito da política de cotas de recorte racial e social na UENF, a partir do ano de 2011 e prosseguindo até o ano de 2013, com relação ao acesso de cotistas negros e egressos da rede pública de ensino? Há permanência prolongada de tais estudantes nos cursos de ingresso, por um período mínimo de um ano e máximo de dois anos? Qual a origem geográfica dos públicos alvos, ou seja, o novo sistema tem facilitado a demanda de jovens carentes do Município de Campos do Goytacazes (RJ) pela Universidade? A fim de responder essas questões orientadoras, foram feitas revisões bibliográficas acerca do tema de forma multidisciplinar, foram traçadas metodologias para nortear a pesquisa e por fim o lócus da pesquisa foi iniciado com a finalidade de coletar os dados inerentes à mesma, que consistiu nas informações das fichas de matrícula dos estudantes, junto à Secretaria Acadêmica da UENF. Após os devidos tratamentos aos dados coletados, foram feitas as análises devidas.


Palavras-chave


Política de cotas; ENEM; SISU; Inclusão social

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18256/2447-3944/rebes.v2n2p50-61

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN: 2447-3944

 Licença Creative Commons
A Revista Brasileira de Ensino Superior está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexadores

Diadorim.jpg logos_DOI_CrossRef_CrossChek.png