A relação teoria e prática na educação em Freire

Volnei Fortuna

Resumo


O presente artigo objetiva analisar e refletir sobre a relação teoria e prática na educação em Freire, diante dos desafios da educação atual. Buscaremos compreender em que termos as ideias de Freire são referências ainda importantes para a formação dos indivíduos e para a emancipação da sociedade. Para tanto, são analisados a concepção de educação, teoria e prática no pensamento freireano e, na sequência, é avaliada a produtividade de tais concepções, considerando o contexto atual da educação. No entrelaçamento e tensão existente entre a teoria e prática na educação, pretendemos compreender a práxis pedagógica como possibilidade de (co) relação entre sujeitos pensantes e pensados no processo educacional. A relação teoria e prática na educação abrem caminhos emancipatórios norteadores para a formação de sujeitos, que pensam a sociedade de forma coerente aos preceitos do ser mais, como possibilidade do educador/a e do educando/a. A condição dos sujeitos em processo de conhecimento é tão humana, que é capaz de possibilitar a transformação de si e de outrem, para isso, teoria e prática embutidas de práxis são condições necessárias para a formação de sujeitos sensíveis, emancipados, solidários e transformadores do mundo.

Palavras-Chave: Teoria. Prática. Práxis pedagógica. Ser mais. Emancipação.


Texto completo:

PDF

Referências


ALBUQUERQUE, Targélia de Souza. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. In: SOUZA, Ana Inês (Org.). Paulo Freire: vida e obra. São Paulo: Expressão Popular, 2001, p. 217-265.

BENINCÁ, Elli. Práxis e investigação pedagógica. In: MÜHL, Eldon Henrique; SARTORI, Jerônimo; ESQUINSANI, Valcir Antonio (Org.). Diálogo, ação comunicativa e práxis pedagógica. Passo Fundo: Ed. Universidade de Passo Fundo, 2011, p. 45-67.

COVER, Ivania. A relação teoria e prática no processo de formação docente. In: MÜHL, Eldon Henrique; SARTORI, Jerônimo; ESQUINSANI, Valcir Antonio (Org.). Diálogo, ação comunicativa e práxis pedagógica. Passo Fundo: Ed. Universidade de Passo Fundo, 2011, p. 68-81.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. 17ª ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Esperança: Um reencontro com a Pedagogia do oprimido. 3ª ed.Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1992.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1996.

FREIRE, Paulo. Extensão ou Comunicação? 6ª ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1982.

FREIRE, Paulo. Educação e Mudança. 2ª ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1979.

FREIRE, Paulo. Conscientização. Teoria e Prática da Libertação: uma introdução ao Pensamento de Paulo Freire. 3ª ed. São Paulo: Morais, 1980.

JORGE, J. Simões. A Ideologia de Paulo Freire. 2ª ed. São Paulo: Loyola, 1981.

KOWARZIK, Wolfdietrich Schimed. Pedagogia Dialética: de Aristóteles a Paulo Freire. São Paulo: Brasiliense, 1982.

MÜHL, Eldon Henrique. Práxis Pedagógica: Ação dialógica comunicativa e emancipação. In: MÜHL, Eldon Henrique; SARTORI, Jerônimo; ESQUINSANI, Valcir Antonio (Org.). Diálogo, ação comunicativa e práxis pedagógica. Passo Fundo: Ed. Universidade de Passo Fundo, 2011, p. 11-24.

RUSSO, A. Hugo. Dialogo y acción comunicativa: una comparación entre Freire e Habermas. In: MÜHL, Eldon Henrique; SARTORI, Jerônimo; ESQUINSANI, Valcir Antonio (Org.). Diálogo, ação comunicativa e práxis pedagógica. Passo Fundo: Ed. Universidade de Passo Fundo, 2011, p. 25-44.

TORRES, Carlos Alberto. Consciência e história: A Práxis Educativa de Paulo Freire. São Paulo: Loyola, 1979.




DOI: https://doi.org/10.18256/2447-3944/rebes.v1n2p64-72

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN: 2447-3944

 Licença Creative Commons
A Revista Brasileira de Ensino Superior está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexadores

DOAJ.jpg logos_DOI_CrossRef_CrossChek.png  
  REDIB  Diadorim.jpg
     
logos_DOI_CrossRef_CrossChek.png