Avaliação da influência do estresse na prevalência de disfunções temporomandibulares em militares estaduais do Rio Grande do Sul

Jonatas Graciola, Alexandra Magalhães Silveira

Resumo


Objetivos: Este trabalho teve como objetivo verificar a influência de uma atividade profissional vista como bastante estressante, como é o caso de policiais militares, e a correlação desta com a prevalência da disfunção temporomandibular.

Métodos: Noventa membros da Brigada Militar do Estado do Rio Grande do Sul, responderam a dois questionários, um para detecção de DTM, e outro para estresse.

Resultados: Neste trabalho, pacientes com níveis de estresse alto apresentaram os maiores índices de ocorrência de DTM leve e moderada, além de ser o único grupo a apresentar DTM severa.

Conclusão: No estudo da correlação, obteve-se uma correlação média.


Palavras-chave


Transtornos da Articulação Temporomandibular; Estresse; Epidemiologia

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18256/2238-510X/j.oralinvestigations.v2n1p32-37

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Journal of Oral Investigations - JOI (ISSN 2238-510X)
Faculdade Meridional – IMED – www.imed.edu.br
Rua Senador Pinheiro, 304 – Bairro Cruzeiro, 99070-220 – Passo Fundo - RS - Brasil 
Tel.: +55 54 3045 6100

 Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 Indexadores

 Diadorim.jpg logos_DOI_CrossRef_CrossChek.png