Disfunção Temporomandibular em Pacientes Portadores de Próteses Totais Superiores com Redução da Dimensão Vertical de Oclusão

Débora Dãmiana Batistello, Alexandra Magalhães Silveira

Resumo


Objetivo: Este trabalho tratou sobre a avaliação da presença de Disfunção Temporomandibular (DTM) em pacientes portadores de prótese total superior com redução de Dimensão Vertical de Oclusão (DVO). A DTM abrange muitos problemas clínicos na região orofacial, tais como, dor, ruídos articulares, fadiga, bruxismo e zumbidos. Diversos são os fatores predisponentes e perpetuantes da DTM, sendo que as considerações anatômicas, que envolvem as discrepâncias inter-arcos e relações oclusais são as que podem se relacionar mais diretamente à prótese total e em consequência a esta pesquisa. Metodologia: Para a avaliação da presença de DTM, foi utilizado o questionário de Fonseca (1992) e para determinação da perda de DVO os testes métricos e fonéticos. Resultados e Conclusões: a amostra constituiu-se de 20 pacientes, após a coleta dos dados e análise dos resultados, a prevalência obtida em relação ao índice de DTM foi: pacientes com índice ausente 20%, índice leve 40%, índice moderado 25%, índice severo 15%, sendo que a somatória destes dois últimos são aqueles considerados portadores de DTM, ou seja, a prevalência de DTM nesta população foi de 40%.

Palavras-chave


Disfunção temporomandibular; Dimensão vertical de oclusão; Prótese total; Prótese total superior

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18256/2238-510X/j.oralinvestigations.v3n1p17-23

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Journal of Oral Investigations - JOI (ISSN 2238-510X)
Faculdade Meridional – IMED – www.imed.edu.br
Rua Senador Pinheiro, 304 – Bairro Cruzeiro, 99070-220 – Passo Fundo - RS - Brasil 
Tel.: +55 54 3045 6100

 Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 Indexadores

 Diadorim.jpg logos_DOI_CrossRef_CrossChek.png